Após terceira derrota consecutiva, Juan Adams é dispensado pelo Ultimate

Peso-pesado não resiste a revés para Justin Tafa no UFC 247 e está fora dos planos da organização

J. Adams é dispensado pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @chosenjuan285

Contratado como promessa para a divisão dos pesados (até 120,2kg.), Juan Adams não resistiu à terceira derrota consecutiva e foi demitido pelo Ultimate. O norte-americano amargou um duro revés sofrido para Justin Tafa no UFC 247 e, agora, segue a trajetória no MMA fora da organização. A informação foi divulgada pelo próprio atleta em conta oficial no ‘Twitter’.

Veja Também

Douglas Lima enfrenta Gegard Mousasi por título vago do Bellator
‘Paraense Voador’ espera grande luta contra Diego Sanchez neste sábado
Ex-campeão do UFC, BJ Penn capota carro e é hospitalizado no Havaí

“Conversei com meu empresário e eu não estou mais no UFC. Seria muito fácil desistir, mas vou seguir em frente. Eu fiz as mudanças muito tarde e agora tenho que pagar por isso. Mas estou com a cabeça no lugar neste momento. Vou continuar acreditando e trabalhando para o próximo passo”, escreveu o norte-americano.

Adams foi descoberto pelo Ultimate no ‘Dana White’s Contender Series’. O atleta assinou seu contrato com a organização após derrotar Shawn Teed com um nocaute imponente logo no primeiro round.

Pela organização, Juan fez sua estreia em luta contra Chris de la Rosa no UFC Milwaukee, em dezembro de 2018. Na ocasião, o norte-americano derrotou seu oponente por nocaute no terceiro round.

Após uma boa impressão, o atleta, no entanto, não conseguiu repetir a boa atuação em seu próximo compromisso.  O lutador acabou  derrotado por Arjan Singh Bhullar no UFC Ottawa na decisão unânime dos juízes.

A má fase de Adams se confirmou após o norte-americano amargar mais duas derrotas consecutivas. A última, ocorrida no último sábado (8), no UFC 247.

Juan, que chegou invicto no Ultimate, agora soma oito apresentações e três derrotas em seu cartel como profissional no MMA.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments