Israel Adesanya minimiza força física de Yoel Romero: ‘É só um humano’

Campeão dos médios, nigeriano que enfrenta cubano no UFC 248, em março, afirma que seu estilo desfavorece estratégia do rival

I. Adesanya em vitória pelo Ultimate. Foto: Reprodução/Facebook UFC

No início do ano, Israel Adesanya surpreendeu o mundo do MMA ao afirmar que Yoel Romero seria seu adversário na sua primeira defesa do título dos médios (até 93,9kg.). que acontece em 8 de março, pelo UFC 248, em Las Vegas. Embora não esteja em seu melhor momento, muitos se impressionaram com a coragem do nigeriano ao topar um combate de risco, já que Romero é conhecido por sua força física e perigos que pode impor a seus oponentes. Em entrevista ao ‘Yahoo Sports’, Israel tentou tranquilizar os fãs e minimizou os riscos apresentados pelo novo rival.

Saiba mais

Derrotado por Derrick Lewis, Ilir Latifi critica juízes por luta no UFC 247: ‘Estão brincando com atletas’
Henry Cejudo provoca Volkanovski e sugere luta por terceiro título no UFC: ‘Quero seu cinturão’
Rogério Bontorin revela ‘dieta cruel’ para bater peso dos moscas: ‘Não comi nada essa semana’

“Por que todo mundo está tão assustado com este humano? Ele é um humano, no final da história. É só outro cara que sangra, se você cortá-lo. Eu tenho um jogo de pés muito bom. É difícil você acertar suas mãos em mim quando não pode me ver. Ele fica diz: ‘Vejo você logo, garoto’. Não, você não verá” afirmou o campeão.

A confirmação do duelo causou controvérsia no meio do MMA, pois o Ultimate aceitou escalar um desafiante que vem de duas derrotas consecutivas em seu cartel profissional. Com a disputa, a empresa acabou adiando o sonho de Paulo Borrachinha, atual número dois da categoria, em enfrentar o nigeriano – contra quem já construiu uma rivalidade. O brasileiro se recupera de uma cirurgia no bíceps e pode retornar à ativa a partir de abril.

Adesanya justificou a decisão de enfrentar Yoel sustentando a ideia de que o cubano é um atleta temido dentro da divisão e o Ultimate sempre encontra dificuldades para achar um adversário que tope trocar forças contra o combatente.

Israel se tornou campeão dos médios após destronar Robert Whittaker em confronto válido pela unificação do cinturão, em outubro do ano passado, pelo UFC 243.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário