Israel Adesanya se desculpa após ‘brincadeira’ infeliz com ‘Torres Gêmeas’

Campeão dos médios, nigeriano havia usado a tragédia de 11 de setembro de 2001 como exemplo para provocar Yoel Romero, seu rival para o UFC 248

I. Adesanya em coletiva. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O campeão dos médios (até 83,9kg.), Israel Adesanya, reconheceu assumiu o erro e se desculpou após a ‘brincadeira’ infeliz envolvendo o episódio trágico ocorrido em 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos. Na tentativa de provocar Yoel Romero, seu rival para o UFC 248, que acontece em 7 de março, o nigeriano acabou fazendo referência às ‘Torres Gêmeas’ (World Trade Center), que foram derrubadas após um atentado aéreo comandado por Osama bin Laden. A retratação foi feita em sua conta oficial no Instagram.

Veja Também

Dana White confirma ‘Henry Cejudo x José Aldo’ para o UFC 250, em São Paulo
Clima esquenta entre Borrachinha x Adesanya e brasileiro dispara: ‘Vou te matar’
VÍDEO: Árbitro tropeça em lutador e cai durante luta no Bellator 240

“Eu nunca fiz uma piada sobre pessoas morrendo ou menosprezei o trágico evento que foi o 11 de setembro. Eu estava simplesmente refletindo e meu cérebro trabalhou mais rápido que minha boca em um momento para escolher o comentário errado. Você fala no microfone várias vezes e com certeza vai errar seu alvo algumas vezes. Eu fiz isso nesta vez e sinto muito por isso. Terei mais cuidado no futuro com minhas palavras”, publicou o campeão.

O comentário de Israel repercutiu negativamente e acabou irritando outro grande rival. O brasileiro Paulo Borrachinha, ao saber da declaração de Adesanya, foi às redes sociais e afirmou que vai fazer o campeão pagar pela brincadeira de mau gosto.

Provocações à parte, Israel segue em preparação para realizar sua primeira defesa de cinturão, desde que venceu o combate contra Robert Whittaker em disputa pela unificação do título dos médios, em outubro do ano passado, pelo UFC 243.

O nigeriano segue invicto em seu cartel como profissional no MMA. Ao todo, são 18 lutas e nenhuma derrota. Romero, por sua vez, vem de dois reveses consecutivos. O cubano de 42 anos, hoje, soma 17 apresentações, com 14 triunfos e três derrotas.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments