Por coronavírus, Distrito Federal proíbe realização de eventos e UFC Brasília pode ser cancelado

Em decreto emItido pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), todos os eventos agendados no Distrito Federal estão proibidos por cinco dias

UFC Brasília pode ser cancelado. Foto: Reprodução / Facebook UFC

O UFC Brasilia, primeiro evento do Ultimate no Brasil em 2020, pode estar prestes a ser cancelado. O governo do Distrito Federal publicou, na noite desta quarta-feira (11) um decreto que proíbe a realização de eventos públicos pelos próximos cinco dias por conta da pandemia do coronavírus (COVID-19).

Veja Também

Robert Whittaker enfrenta Darren Till no UFC Dublin, em agosto
Mesmo com luta fraca, Adesanya e Romero recebem maiores salários do UFC 248
VÍDEO: Paulo Borrachinha nocauteia Youtuber de forma brutal nos EUA

Como o UFC Brasília está agendado para o próximo sábado (14), caso não aconteça nenhuma mudança, o show pode ser cancelado ou realizado com portões fechados.

O UFC ainda não tomou nenhuma decisão sobre o impasse, mas a Arena BSB, concessionária que administra o Ginásio Nilson Nelson, local onde o evento está agendado para acontecer, emitiu uma nota oficial sobre o caso.

A Arena BSB informa que tomou conhecimento sobre um decreto do Governo do Distrito Federal que restringe o acesso do público a eventos esportivos e culturais, e aguarda posicionamento específico quanto às agendas previstas para esse sábado: UFC e partida do Candangão (Campeonato Brasiliense de futebol). A concessionária esclarece ainda que seguirá todas as determinações oficiais afim de colaborar com a manutenção da saúde pública“.

Posição do Governo

O governador de Brasília, Ibaneis Rocha, em entrevista a Rede Globo local, afirmou que a medida de cancelar qualquer evento público no Distrito Federal tem como objetivo prevenir que o vírus se espalhe e analisar medidas a serem tomadas depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o estado de pandemia do COVID-19.

“Eu preciso de um prazo para absorver a decisão que foi tomada mundialmente”, afirmou o político.

Até a publicação nesta notícia Brasília tinha dois casos de pessoas infectadas com o COVID-19

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments