Feliz por não ter luta marcada, McGregor ironiza decisão de Khabib em deixar o UFC 249: ‘Amarelou’

Ex-campeão dos leves provoca rival, que anunciou a desistência em permanecer no card em consequência da pandemia do coronavírus

C. McGregor (foto) provoca Khabib após russo desistir de lutar no UFC 249. Foto: Reprodução/Instagram @thenotoriousmma

A notícia de que o campeão dos leves (até 70,3kg.), Khabib Nurmagomedov, não participará da disputa de cinturão contra Tony Ferguson na luta principal do UFC 249 pegou muita gente de surpresa. Escalado para lutar em 18 de abril, o russo confirmou, na última quarta-feira (1), que, em função da pandemia do coronavírus (COVID-19) e suas consequências nas questões de viagens, sua ausência no card. Sabendo disso, Conor McGregor não perdeu a oportunidade de alfinetar seu eterno rival.

Veja Também

Em meio à pandemia e incertezas sobre o UFC 249, Jéssica Andrade desembarca nos EUA
‘Khabib Nurmagomedov x Tony Ferguson’: a luta que nunca acontece
Tony Ferguson pede que Khabib perca o cinturão dos leves: ‘Não quis assumir o risco’

“Eu estou em forma para lutar neste momento. No começo disso tudo (pandemia), eu disse para mim mesmo: ‘Estou feliz de não ter nenhuma luta marcada. Se eu tivesse, eu teria me apegado às informações incorretas para sustentar minha ideia de manter o confronto. Eu provavelmente iria em frente, competiria e venceria”, escreveu o ‘Notório’ em sua conta no Twitter.

McGregor também aproveitou para brincar com o quinto cancelamento do encontro entre Tony e Khabib, algo que é frustrante para os fãs do esporte, diretoria do Ultimate e membros da imprensa, que aguardam a disputa desde 2015, quando os atletas sequer figuravam no topo da divisão.

“O que importa é que os dois estavam envolvidos em um jogo de covardes rumo ao cinturão, com Khabib amarelando primeiro, marcando 3×2 em desistências em favor de Tony. Khabib fugiu dos Estados Unidos para casa e admitiu a crise. Um risco muito alto. Parabéns, Tony”, finalizou o irlandês.

No início da semana, Nurmagomedov já havia confirmado que estava impossibilitado de realizar viagens internacionais em função do fechamento das fronteiras na Rússia. O país tomou a atitude como medida de prevenção à proliferação da doença que tem causado milhares de mortes ao redor do mundo.

Até o momento, o UFC não oficializou que o campeão está fora do confronto, mas, ao que tudo indica, o combate será adiado mais uma vez.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments