Tony Ferguson pede que Khabib perca o cinturão dos leves: ‘Não quis assumir o risco’

Após campeão dos leves confirmar que não vai enfrentar norte-americano no UFC 249, em função do coronavírus, ‘El Cucuy’ dispara contra russo

K. Nurmagomedov (esq.) e T. Ferguson (dir.) têm luta cancelada pela quinta vez. Foto: Reprodução/Facebook @tonyelcucuyferguson

Depois de saber que Khabib Nurmagomedov tornou público que não vai participar do UFC 249, em função da pandemia do coronavírus (COVID-19), que tem afetado diversas vidas ao redor do mundo, Tony Ferguson não perdeu a oportunidade de disparar contra seu adversário do card marcado para dia 18 de abril. Em entrevista à ‘ESPN’, o norte-americano manifestou sua indignação contra o rival, que está impedido de viajar devido ao fechamento das fronteiras na Rússia.

Veja Também

Khabib confirma saída do UFC 249 e desabafa: ‘Coloquem-se no meu lugar’
Em quarentena, Alexander Volkanovski não quer defender título contra Max Holloway no UFC 251, em junho
Cejudo sugere Dominick Cruz como reserva, caso Aldo não possa participar do UFC 250

“O cara não quer lutar. Ele está com medo. Está fugindo. Ele deveria ser destituído do título. Ele sabia o que podia fazer para salvar este card, e não quis assumir nenhum risco. Todo mundo está assumindo riscos para isso. Ele caiu fora, cara. É difícil de explicar, mas ele caiu fora”, disse Tony.

Mesmo sem um dos protagonistas, Ferguson afirmou que pretende atuar no dia 18, mas adotou cautela sobre a confirmação do adversário antes que o Ultimate oficialize o local onde deve ser disputada a batalha, já que, nos Estados Unidos, estão proibidas as realizações de eventos públicos.

“Não importa quem tiver. Vamos tentar fazer isso acontecer. Pelo menos algumas pessoas no mundo podem ter alguma esperança. (…) Não vou dizer sim ou não a um adversário a não ser que tenhamos uma localização. Sem um local, como vocês esperam que eu me prepare? Me dê algumas horas para conversar com minha equipe, aí poderemos responder. Estamos em suspense aqui após o treino. Quero voltar para casa, ficar com minha família, e não posso, porque estamos esperando para ver se essa luta vai acontecer”, finalizou o ‘Bicho Papão’.

Mesmo com muitos impedimentos e imprevistos, a diretoria do UFC segue otimista para a realização do espetáculo. O presidente da organização, Dana White, na última semana revelou já ter um novo local para fazer as lutas, no entanto, preferiu não divulgar à imprensa, atletas e fãs.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments