Com visto de trabalho para os EUA vencido, José Aldo está fora do UFC 250, diz site

Impossibilitado de viajar para os Estados Unidos para enfrentar Henry Cejudo, brasileiro é retirado da luta principal do evento de 9 de maio; Dominick Cruz é favorito para substituir manauara

J. Aldo está fora do UFC 250. Foto: Reprodução Facebook UFC

Não será desta vez que José Aldo terá a oportunidade de recuperar a condição de campeão do Ultimate. Com visto de trabalho para os Estados Unidos vencido, o brasileiro está impossibilitado de viajar para o país no UFC 250, já que, em tempos de pandemia do coronavírus (COVID-19), a embaixada norte-americana não está emitindo novos documentos. O favorito para assumir o desafio a Henry Cejudo pelo título dos galos (até 61,2kg.) é Dominick Cruz. A informação foi divulgada pelo ‘Combate’.

Veja Também

Jacaré se diz assustado por lutar em meio à pandemia, mas afirma: ‘Preciso cuidar da minha família’
Dominick Cruz se diz pronto para substituir José Aldo, caso brasileiro não lute no UFC 250
Valentina Shevchenko publica vídeo lutando aos 14 anos contra adversária mais velha

O UFC 250, inicialmente, tomaria lugar no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. No entanto, a informação de que o local foi cedido ao governo como base hospitalar às vítimas do COVID-19, juntamente às medidas preventivas adotadas que proíbem a realização de eventos públicos, fizeram com que o Ultimate precisasse transferir o espetáculo para os Estados Unidos.

Na última semana, Cejudo já havia sinalizado sobre a possibilidade de Aldo não poder participar do card. O campeão, então, desafiou o ex-número um da categoria, Dominick Cruz, para que ficasse pronto para uma substituição. Cruz imediatamente aceitou o convite e manifestou o interesse em tentar recuperar seu antigo posto.

Segundo informações, o manauara já interrompeu os treinamentos e, agora, precisará aguardar até que sua situação com o visto de trabalho seja regularizada para que, assim, possa voltar a atuar em território norte-americano.

Em suas redes sociais, Dominick já afirmou que foi contactado para ocupar o lugar de Aldo na luta principal. O atleta provocou Cejudo e se disse pronto para o compromisso.

“O verdadeiro rei já foi informado que nós vamos lutar no dia 9 de maio. Vejo você lá. Obs.: Traga seu outro pequeno amigo, Eric Albarracin, então eu posso estapear os dois”, escreveu Cruz em sua conta no Twitter.

Sem local definido, o UFC 250 representará a primeira defesa de cinturão de Cejudo no Ultimate. O atleta se tornou campeão dos galos no ano passado, quando bateu Marlon Moraes e ocupou o lugar que foi deixado vago por TJ Dillashaw.

Sem lutar desde dezembro de 2016, Dominick, agora, terá a oportunidade de reocupar o cargo em que esteve presente por seis anos.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário