Joe Rogan volta a questionar UFC 249: ‘Não há isolamento social em uma luta na jaula’

Principal do comentarista do Ultimate reafirma que não sabe se vai participar de evento em 18 de abril e critica diretoria por não ser clara quanto ao local do espetáculo

J. Rogan volta a questionar realização do UFC 249. Foto: Reprodução/Instagram @joerogan

A realização do UFC 249, marcado para acontecer em 18 de abril, tem gerado discussões até em meio aos funcionários do Ultimate. Em dúvida sobre sua participação no espetáculo em meio à pandemia do coronavírus (COVID-19), o principal comentarista da empresa, Joe Rogan voltou a questionar a promoção do card, que ainda não tem local definido restando menos de 10 dias para sua realização.

Veja Também

Rose Namajunas deixa luta contra Jéssica ‘Bate-Estaca’ no UFC 249
Com visto de trabalho para os EUA vencido, José Aldo está fora do UFC 250, diz site
Jacaré se diz assustado por lutar em meio à pandemia, mas afirma: ‘Preciso cuidar da minha família’

“Não existe isolamento social em uma luta na jaula. Eles (os lutadores) vão estar suados. Se Tony Ferguson está lutando, haverá sangue, com certeza. Todos que enfrentam Tony Ferguson acabam parecendo que despencaram de um trem. Então, haverá sangue”, disse o comentarista em seu podcast, ‘Joe Rogan Experience’.

Rogan continuou a explicar o motivo de discordar, em parte, sobre a realização do evento em uma das maiores crises de saúde da história. Segundo o comentarista, nas condições normais de luta, o risco de um possível contágio é alto e poderia gerar graves consequências no futuro.

“E se um desses caras testar positivo (para o coronavírus)? E se Justin Gaethje testar positivo? Ele deveria enfrentar Ferguson. Eu acho que se alguém testasse positivo, eles o expulsariam do card. Acho que é o certo. Aí você também teria que colocar as pessoas que trabalharam com ele no camping (período de treinamento) em quarentena”, disse Joe.

O funcionário do Ultimate também falou sobre a falta de transparência sobre o local oficial da realização do card. Nos últimos dias, houve a informação de que os combates poderiam acontecer em uma ilha particular de Dana White, mas, na terça-feira (7), o ‘New York Times’ declarou que as lutas devem acontecer em um cassino localizado em uma reserva indígena, na Califórnia (EUA).

“Nós não sabemos onde (o card) vai acontecer. Estou tentando descobrir o o que vou fazer, se eu vou ou não. Eu não sei onde é. Não sei nem se é na América. Eu não sei de droga nenhuma”, finalizou Rogan.

Mesmo sem saber seu destino, o presidente do UFC, Dana White, garantiu que Joe estará presente como um dos comentaristas do card de 18 de abril.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário