Gaethje espera surpreender Ferguson com nocaute no UFC 249: ‘Se não conseguir, ele me estrangula’

Norte-americano assume riscos ao enfrentar ‘Bicho-Papão’ em 18 de abril, mas mantém confiança na força dos punhos

J, Gaethje em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Quarto colocado no ranking dos leves (até 70,3kg.), Justin Gaethje terá o duro compromisso de encerrar uma série de 12 vitórias consecutivas de Tony Ferguson, caso queira conquistar o cinturão interino da divisão no UFC 249. Substituto de Khabib Nurmagomedov em 18 de abril, o norte-americano falou com otimismo sobre o compromisso, mas mantém pés no chão sobre outras possibilidades.

Veja Também

Mortes na família por coronavírus tiraram Rose Namajunas do UFC 249
Além de Aldo, por visto, mais seis brasileiros devem deixar o UFC 250
Atleta do Bellator é morto a tiros nos Estados Unidos

“Teremos 18 ou 19 minutos de puro inferno no octógono. Vou atacar seu corpo e suas pernas e, quando ele estiver preocupado com isso, vou acertar a sua cabeça, e espero que ele caia nocauteado. Se não cair, ele provavelmente vai me cortar com cotoveladas e me estrangular no fim da luta. Mas isso só vai acontecer se eu não nocauteá-lo”, disse Gaethje, em entrevista à ‘ESPN’.

Vindo de três vitórias imponentes em sequência, o atleta conquistou o respeito dentro da divisão aos poucos. Conhecido pela agressividade, o combatente espera que seu estilo de luta violento prevaleça sobre o do rival, que também é conhecido por castigar seus adversários.

“Nas minhas lutas, ou eu nocauteio ou sou nocauteado nos três primeiros rounds. Em uma luta como essa, contra Tony Ferguson, um de nós vai acabar com o outro antes do fim do terceiro round. Heróis vivem para sempre, lendas nunca morrem, e eu, literalmente, estou aqui para fazer história. Meu nome será levando para muito mais longe após essa luta. Posso dizer que bato como um caminhão. Quando eu o acertar, ele vai dormir”, finalizou.

Esta será a primeira vez que Justin disputará um título pelo Ultimate. Ferguson, por sua vez, já ostentou o cinturão interino em 2017, mas acabou perdendo o posto depois de sofrer uma lesão.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments