Mesmo com luta cancelada, Tony Ferguson garante que vai bater peso na sexta-feira

Desafiante ao título dos leves, atleta, que inicialmente enfrentaria Khabib Nurmagomedov no UFC 249, neste sábado, afirma que segue no corte de peso

T. Ferguson ganhou o cinturão interino dos leves, em 2017. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Que Tony Ferguson é um dos lutadores mais caricatos do Ultimate, isso ninguém pode questionar. O lutador, que se apresentaria neste sábado (18), pelo UFC 249, deu outra prova de ser um atleta de hábitos curiosos, isso porque o peso leve afirmou que baterá o peso na sexta-feira (17), mantendo a programação de treinos, mesmo com o evento sendo adiado em função da pandemia do coronavírus.

Veja Também

Empresário admite que Yoel Romero poderia ter enfrentado Chris Weidman no UFC 250
Khabib prevê retorno em setembro, mas não é otimista sobre fim da pandemia
Após contrair coronavírus, Roger Gracie faz alerta: ‘É preciso conscientizar’

“Ainda trabalhando. Vou bater o peso na sexta-feira. Campeão dos leves. Único campeão”, escreveu Ferguson em sua conta oficial no Twitter.

Inicialmente, o norte-americano estava escalado para encarar Khabib Nurmagomedov pelo cinturão linear dos leves (até 70,3kg.). A luta, no entanto, sofreu uma reviravolta restando pouco mais de duas semanas para o compromisso. Com o russo preso em seu país pelo fechamento das fronteiras – como medida preventiva à pandemia – restou ao Ultimate escalar Justin Gaethje contra o ‘Bicho Papão’, pelo título interino.

Tudo caminhava para que Ferguson fosse mantido no card, mas, após um pedido do alto escalão da ‘ESPN’, o evento, que aconteceria em uma reserva indígena na Califórnia, acabou sendo oficialmente adiado, assim como os demais espetáculos na agenda oficial da organização.

Sem compromisso, Tony, que poderia encerrar o período de treinamentos, preferiu permanecer no seu camp. O lutador, agora, aguarda a melhora na situação envolvendo o coronavírus no mundo para saber quando a empresa retornará com suas atividades normais.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments