Dana comenta promoção de lutas durante a pandemia: ‘Não podemos ficar em casa até dezembro’

Presidente do UFC justifica ação de retomar o calendário da empresa em 9 de maio e afirma que tudo vai ser feito com segurança

D. White em coletiva de imprensa. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O presidente do Ultimate, Dana White, prometeu e vai cumprir. Contrário à paralisação de eventos de MMA em função da pandemia do coronavírus (Covid-19), o ‘chefão’ havia informado que sua empresa seria a primeira (entre as grandes) a retomar as atividades. Com eventos marcados para 9, 13 e 16 de maio, o mandatário justificou a decisão de voltar ao trabalho.

Veja Também

UFC 249 vai realmente acontecer? Casas de apostas estão agitadas sobre a chance de realização
Edson Barboza estreia entre os penas do UFC em 16 de maio, diz site
Marlon Moraes se diz tranquilo com Dominick Cruz lutando pelo cinturão: ‘Me incomoda menos do que Aldo’

“Em algum momento, temos que descobrir como fazer tudo voltar ao normal, mas sempre fazendo de uma maneira segura. A única forma de descobrir é indo lá e fazendo”, afirmou o ‘chefão’, em entrevista ao ‘Yahoo Sports’.

White, no entanto, afirmou que seus planos não serão fáceis. O mandatário garantiu que para a realização dos próximos espetáculos do UFC está sendo realizada uma grande força-tarefa, que tem como foco manter a integridade de seus atletas e funcionários que participarão dos shows.

“Nós vamos gastar muito dinheiro. Não vai sair barato. Nos preocupamos com a saúde e segurança de todo mundo. Os lutadores, a comissão, os árbitros, minha equipe que vai estar lá. É duro, mas alguém tem que dar o primeiro passo e chegar lá. Não podemos ficar em nossas casas até dezembro”, finalizou.

No início deste mês, White, que tentou manter o card que aconteceria em 18 de abril, acabou cedendo e cancelando o espetáculo. No entanto, Dana garantiu que sua equipe continuaria trabalhando para encontrar alternativas para voltar às lutas. Cerca de duas semanas depois, a empresa confirmou três cards em maio, na Flórida.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments