Edson Barboza explica motivo de ter pedido para ser dispensado do UFC: ‘Eu queria lutar’

Brasileiro comenta momento em que chegou a cogitar deixar a organização por não ser escalado para eventos

E. Barboza em atuação pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @edsonbarbozajr

Em março deste ano, o brasileiro Edson Barboza surpreendeu seus fãs ao pedir publicamente para que fosse dispensado pelo Ultimate. Na época, o atleta alegava que não estava sendo utilizado com a frequência que gostaria pela empresa e sugeriu o desligamento. Passado o momento de tensão, o combatente, que, enfim, foi escalado para lutar em 16 de maio, abriu o jogo sobre a polêmica.

Veja Também

Cormier cita Jon Jones ao pedir revanche contra Miocic: ‘Ele era melhor do que eu. Stipe, não’
Jacaré revela tensão por lutar durante pandemia, mas afirma: ‘Prefiro trabalhar’
Amanda Nunes defende título das penas contra Felicia Spencer em 6 de junho, diz site

“Pedir minha dispensa não era minha primeira opção. Minha primeira escolha era lutar. Eu queria lutar. Meu pedido foi uma desculpa como: ‘E aí, irmão, me dê uma luta. Eu preciso me apresentar’. Como eu disse, a prioridade era me apresentar, mas, se tivesse que sair, sem problemas”, afirmou o brasileiro, em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Edson subiu ao octógono pela última vez em setembro do ano passado, quando foi batido por Paul Felder em uma decisão muito contestada no meio do MMA. Na ocasião, o atleta chegou a pedir uma revanche ao Ultimate, mas não foi atendido. Após a tentativa, o combatente afirmou que pediu para atuar em dezembro, e, novamente, foi ignorado pela diretoria da companhia.

“Você quer uma mudança quando não está satisfeito com o lugar onde está e aquele era o momento. Eu estava pronto para me apresentar, cara, pedindo uma luta desde dezembro. Isso é o que me incomoda. Eu pedi a luta em dezembro. Dezembro passou e aí, janeiro, fevereiro, março, abril e nada. Me incomoda porque eu queria atuar. Estou saudável, pronto e não lutava”, explicou.

Oito meses se passaram desde a última luta de Barboza e o atleta, enfim conseguiu a oportunidade que queria. O combatente está escalado para enfrentar Dan Ige no evento que acontece em 16 de maio, em Jacksonville (EUA). O evento marcará a estreia do friburguense na divisão dos penas.

Contra Ige, Edson precisará vencer para afastar seu retrospecto recente dentro do Ultimate. O brasileiro vem de duas derrotas consecutivas e pode estrear com o pé direito na divisão que hoje é liderada por Alexander Volkanovski.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments