Cyborg mira primeira defesa de título pelo Bellator para setembro e sugere adversária

Campeã das penas da organização desde janeiro, brasileira afirma que pretende retornar à ativa no segundo semestre, completando duas apresentações no ano

C. Cyborg é campeã das penas do Bellator desde janeiro de 2020. Foto: Reprodução/Instagram @criscyborg

Mesmo com a pandemia do coronavírus (Covid-19) interrompendo as atividades do Bellator por tempo indeterminado, Cris Cyborg mantém os planos de defender seu título das penas (até 65,7kg.) em setembro. A atleta acredita que no segundo semestre a empresa já vai ter retomado seu calendário e sugeriu a adversária para o próximo desafio. A informação foi divulgada em entrevista ao ‘Ag.Fight’.

Veja Também

Dana White avalia superluta entre Jon Jones e Francis Ngannou: ‘Tudo é possível’
Após vencer Harris em seu aniversário de 40 anos, Overeem diz que ainda sonha com cinturão do UFC
VÍDEO: Assista a luta de Edson Barboza x Dan Ige no UFC Overeem x Harris

“Eu não tenho certeza, não tem nada confirmado. Mas o nome da menina é Arlene Blencowe. Ela é do boxe e é uma das meninas que estão ali perto para lutar pelo cinturão. Não é certeza, mas eu ouvi o Scott (Coker, presidente da companhia) falar após a minha luta (em janeiro) alguma coisa assim”, disse Cris.

A curitibana afirmou que seu compromisso já fazia parte do cronograma da organização para o fim do ano. Mesmo com a interrupção dos eventos da empresa, Cyborg afirma que, até o mês sugerido, Scott e sua equipe já terão voltado a promover espetáculos de MMA.

“A principio, antes da pandemia acontecer, eu ia lutar em setembro. Talvez esses planos continuem, porque, como o UFC já está fazendo evento, com certeza o Bellator deve voltar (logo) também. Então, talvez continuem os mesmos planos”, finalizou.

A possível oponente de Cris estreou pelo Bellator em agosto de 2015. Pela companhia, a australiana realizou nove confrontos, conquistando seis triunfos e sofrendo três reveses. Sua última apresentação aconteceu em novembro do ano passado, quando bateu a ex-UFC, Leslie Smith, na decisão dos juízes, no Bellator 233.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments