Empresário de Cejudo não acredita em aposentadoria de cliente: ‘Deve lutar no verão’

Responsável por gerir a carreira do campeão dos galos, Ali Abdelaziz afirma que ‘Triplo C’ voltar a se apresentar entre junho e setembro de 2020

H. Cejudo posa com os cinturões dos moscas e galos. Foto: Reprodução/Twitter @HenryCejudo

Após mais uma grande vitória e performance pelo Ultimate, realizada no início de maio, pelo UFC 249, o campeão dos galos (até 61,2kg.), Henry Cejudo, surpreendeu os espectadores ao anunciar, ainda no octógono a aposentadoria precoce no MMA. A notícia pegou muitas pessoas de surpresa, no entanto, seu empresário, Ali Abdelaziz, acredita que o atleta não concretize o desejo e se retorne à ativa ainda este ano.

Veja Também

Cyborg mira primeira defesa de título pelo Bellator para setembro e sugere adversária
Dana White avalia superluta entre Jon Jones e Francis Ngannou: ‘Tudo é possível’
Após vencer Harris em seu aniversário de 40 anos, Overeem diz que ainda sonha com cinturão do UFC

“Primeiramente, as pessoas entendem minha relação com Dana White e o UFC. Eu não falo sobre dinheiro publicamente. Eu acho que Dana está certo. Acho que Henry vem falando de se apostentar. Eu acho que ele vai deixar o esporte? Definitivamente, não”, disse Ali, em entrevista ao ‘TMZ Sports’.

Abdelaziz, então, aproveitou para comparar a situação de Henry à de outro cliente, o campeão dos leves (até 70,3kg.), Khabib Nurmagomedov. Um dos maiores nomes do Ultimate na atualidade, o russo já declarou publicamente o desejo de se aposentar, afirmando que está saturado com a rotina de treinos e compromissos.

“Vamos falar de Khabib. Sempre que ele luta, fala: ‘Acho que já deu’. Duas semanas depois, ele diz: ‘Contra quem você acha que eu devo lutar em seguida?’. Esses caras estão no seus auges. Henry está chegando no topo. Como você vai se aposentar no seu auge? Além disso, o UFC 249 foi muito bem com o pay-per-view. As coisas poderiam mudar um pouco? Sim, claro. Mas, no fim, é entre nós. Entre eu, Henry e o UFC”, afirmou o empresário.

Por fim, Abdelaziz garantiu que não leva a sério a fala de seu cliente, sugerindo, inclusive, o período em que o lutador volte a ser visto no octógono.

“Henry tem todos a seus pés neste momento. Eu não acho que ele vá se aposentar. Você vai vê-lo lutando neste verão (a estação, nos Estados Unidos, vai de junho a setembro). É o que eu acho”, finalizou.

Em seu último compromisso, Cejudo desbancou um dos maiores nomes da história dos galos, Dominick Cruz. Na ocasião, o lutador impôs o primeiro nocaute da carreira do oponente.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments