Dana White revela incerteza sobre próximos rivais de Anderson Silva: ‘Não sei o que fazer’

Spider, que está nas últimas duas lutas antes da aposentadoria, pediu luta contra McGregor e aceitou o desafio de Pettis, mas Dana White não não se mostrou otimista

A. Silva está no final de seu contrato. Foto: Reprodução/Instagram @spiderandersonsilva

Anderson Silva é um dos maiores lutadores de todos os tempos, mas a reta final de sua carreira tem trazido alguma preocupação para o UFC. O presidente da franquia, Dana White, revelou que não sabe o que fazer com as últimas lutas do contrato do Spider.

Veja Também

Elizeu Capoeira encara Muslim Salikhov no UFC 251, na ‘Ilha da Luta’
Rafael dos Anjos desafia Conor McGregor: ‘Vamos fazer acontecer’
Sem rivais, Amanda Nunes cogita aposentadoria: ‘Já conquistei tudo que queria’

Anderson, que ainda tem duas lutas para encerrar seu contrato, já revelou que irá se aposentar após o termino do acordo. Mas Dana White não sabe contra quem escalar para enfrentar o brasileiro.

“Eu não sei. Honestamente, não sei o que fazer com as duas lutas dele. Quando Anderson realmente estiver pronto para lutar, nós vamos sentar e ver o que fazer, e então vamos descobrir o que faz sentido para ele. Há muita coisa envolvida no processo de tomada de decisão com um Anderson Silva. A idade dele, o quanto ele recebe, tudo isso é importante”, disse o presidente da franquia.

Dana também comentou sobre o desafio de Anthony Pettis a Anderson Silva. Para o mandatário, o duelo não o empolga, mas ele não descarta a possibilidade.

“Eu não estou louco por isso. Você tem um cara que lutou de peso pena (até 65.7 kg.) e um cara que está nas conversas de que é o maior de todos os tempos no peso médio (até 83.9 kg.) e que anda sempre com uns 95 kg. Não é uma grande luta que realmente signifique alguma coisa. Eu gosto de fazer lutas que significam algo, então não estou tão empolgado com isso”, encerrou.

Anderson Silva

Anderson Silva ainda é considerado por muitos como o maior atleta de MMA em todos os tempos. O Spider, que reinou no octógono entre 2006 e 2013, não vive uma boa fase, já que não vence uma luta desde fevereiro de 2017. Em sua carreira, no entanto, ele soma um cartel de 34 vitórias, sendo 10 defesas de cinturão no UFC, e 10 derrotas.

O Spider, que lesionou a perna em sua última luta, contra Jared Cannonier, em maio de 2019, recentemente se recupera de outra contusão. Ele passou por uma cirurgia no joelho, no último mês, e deve voltar a treinar.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments