Júnior Cigano enfrenta Jairzinho Rozenstruik no UFC 252, em agosto

Brasileiro e surinamês tentam se recuperar de duras derrotas em seus últimos compromissos para voltar a sonhar com a disputa de cinturão dos pesados

 

J. Cigano (esq.) enfrenta J. Rozenstruik no UFC 252, em agosto. Foto: Montagem SL/MMA Press

Após serem as últimas vítimas do implacável Francis Ngannou, Júnior Cigano e Jairzinho Rozenstruik foram colocados em rota de colisão para um confronto em 15 de agosto, pelo UFC 252, em local ainda não confirmado. No encontro entre dois atletas da elite dos pesados (até 120,2kg.), ambos tentarão retomar o caminho das vitórias e sonhar com uma disputa de cinturão.

Veja Também

Dana White revela incerteza sobre próximos rivais de Anderson Silva: ‘Não sei o que fazer’
Elizeu Capoeira encara Muslim Salikhov no UFC 251, na ‘Ilha da Luta’
WWE e a Arábia Saudita: uma relação controversa que poderá não sobreviver à pandemia

“É isso. Em 15 de agosto, vou lutar contra o número cinco da divisão dos pesados, Júnior (Cigano) dos Santos. O evento será encabeçado pela trilogia entre Daniel Cormier e Stipe Miocic”, publicou Jairzinho em sua conta no Instagram.

Com 36 anos completados em janeiro, o ex-campeão da divisão vem de duas derrotas consecutivas. Depois de ser batido por Ngannou, em junho do ano passado, o brasileiro acabou tendo um novo revés quando trocou forças com Curtis Blaydes, na luta principal do UFC Raleigh, no início deste ano.

Nos últimos meses, Cigano tem mostrado que está mais focado em sua preparação física. O atleta tem publicado diversas imagens em suas redes sociais comprovando que está próximo do condicionamento que mantinha quando se tornou o número um da categoria. Atualmente, o catarinense tem 28 lutas, com 21 resultados positivos e sete derrotas em seu cartel nas artes marciais mistas.

Considerado uma das promessas para a divisão, Rozenstruik deverá passar pelo brasileiro para provar que seu sucesso não foi apenas momentâneo. Antes de perder para Francis, em maio deste ano, pelo UFC 249, o surinamês somava 10 vitórias em sequência e não sabia o que era perder no MMA.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments