Próximo da última luta no contrato com o UFC, Werdum comenta desafio contra Gustafsson

Ex-campeão dos pesados, brasileiro fala sobre compromisso de dar as ‘boas-vindas’ a sueco na nova divisão em luta que acontece em 25 de julho

F. Werdum (foto) enfrentará A. Gustafsson em 25 de julho, na ‘Ilha da Luta’. Foto: Reprodução/Instagram @werdum

Um dos maiores brasileiros da história do UFC, Fabrício Werdum está próximo da última luta em seu contrato na organização. Ex-campeão dos pesados (até 120,2kg.), ‘Vai Cavalo’ irá enfrentar Alexander Gustafsson no compromisso confirmado para 25 de julho, na ‘Ilha da Luta’. Em entrevista ao ‘Combate’, o gaúcho falou sobre o desafio de encarar o sueco.

Veja Também

Dana White brinca com possível aposentadoria de Amanda Nunes: ‘Eu mato ela’
Júnior Cigano enfrenta Jairzinho Rozenstruik no UFC 252, em agosto
Dana White revela incerteza sobre próximos rivais de Anderson Silva: ‘Não sei o que fazer’

“Ele é um excelente lutador. Ele mantém a distância muito bem, tem uma parte da distância bem clara na cabeça dele. Ele é um bom lutador, mas não acredito que ele seja um cara completo 100%, de ter um excelente chão. Ele defende bem as quedas, e é um cara perigoso (…), que não fala muita besteira também, e eu não tenho que falar mal dele. Se o cara não fala nada, eu também não tenho o que falar. Acho que vai ser um bom teste pra ele e pra mim também”, afirmou o brasileiro.

Próximo de completar 43 anos, Fabrício está indo para a sua última luta em seu atual contrato com o UFC. Embora tenha declarado recentemente que não descarta uma aposentadoria em breve, o brasileiro sugeriu que ainda pretende se apresentar mais vezes em 2020.

“Quero lutar mais umas duas vezes este ano. Vou lutar esta última do meu contrato agora com o Gustafsson. Depois, mais uma ou duas este ano. Vamos ver se a gente consegue fazer. Depende tudo da próxima luta, que, na real, é tudo que eu penso nesse momento. Estou 100% focado, é até difícil pensar o que vou fazer depois. Essa coisa do foco, da cabeça, tem que estar 100% mesmo. Já tive essa situação, de ficar pensando no futuro, em outra, e não dá certo. O negócio é pensar na próxima”, contou.

Em maio deste ano, Werdum retornou ao octógono após cumprir dois anos de suspensão por doping. No compromisso, realizado no UFC 249, em Jacksonville (EUA), o atleta acabou derrotado pelo veterano Alexey Oleyniki na decisão dividida dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments