Demian Maia elege luta mais emblemática da sua carreira no MMA

Com 38 lutas como profissional nas artes marciais mistas e um cartel vitorioso, brasileiro cita combate mais marcante em sua trajetória no esporte

Considerado um dos maiores ícones da história do MMA brasileiro, Demian Maia dispensa apresentações como atleta. Com 38 apresentações como profissional nas artes marciais mistas e duas disputas de cinturão do UFC no currículo, o paulista elegeu a luta mais emblemática da sua trajetória no esporte. A declaração foi feita em entrevista exclusiva ao canal no YouTube do SUPER LUTAS.

Veja Também

Treinador de Adesanya afirma que desconhece sobre TUF entre campeão e Borrachinha
Alexandre Pantoja será o reserva de Deiveson e Benavidez na disputa do cinturão dos moscas
Com luta marcada contra Cigano, Rozenstruik mira revanche contra Ngannou no futuro

“Eu acho que foi a do Ben Askren, essa penúltima luta, pelo que ela representava. Pelo duelo dos representantes do grappling (luta agarrada) no MMA. Quem conseguia fazer melhor, adaptar seu esporte no MMA. Todo trabalho que a gente teve para dissecar. Toda tensão de ser uma luta totalmente diferente das que eu sempre faço. Eu sabia que ele poderia até amarrar no chão, mas não iria fugir da luta agarrada”, explicou Demian.

Maia, então, comentou sobre as qualidades de seu oponente do confronto que aconteceu em outubro do ano passado e exaltou a coragem de Askren sobre outros oponentes que o paulista enfrentou na sua carreira.

“De todas as pessoas que eu lutei até hoje, ninguém – mesmo quem é do jiu-jitsu – quis lutar comigo agarrado no chão. Mesmo quem falou que ia vir, foi sempre bravata (intimidação). Falavam, mas, na hora, ninguém nunca quis. E ele (Ben) eu sabia que não era o caso. Eu sabia que ele ia vir mesmo para lutar agarrado. Eu sabia que ia ser uma luta muito dura – é um cara que já teve experiência olímpica, campeão americano”, finalizou.

Na ocasião, Askren e Maia encabeçaram o card realizado em Singapura. O norte-americano tentava apagar a derrota histórica sofrida para Jorge Masvidal, que havia desbancado o compatriota com um nocaute brutal em apenas cinco segundos há três meses.

Demian acabou usando da experiência e saiu vencedor do confronto com uma finalização no terceiro round.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments