Invicto no UFC, Herbert Burns espera chegar ao top 15 dos penas, caso vença neste sábado

Promessa brasileira na divisão liderada por Alexander Volkanovski, niteroiense enfrenta Daniel Pineda no UFC 252; atleta enaltece rival, mas mostra confiança em nova vitória

H. Burns (foto) quer seguir invicto no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Um dos quatro brasileiros do UFC 252, que acontece neste sábado (15), em Las Vegas (EUA), Herbert Burns não quer saber de descanso. Chegando à sua terceira apresentação em 2020, o lutador tem compromisso contra Daniel Pineda no card principal e quer manter a invencibilidade na organização para chegar à elite da divisão dos penas (até 65,7kg.). O niteroiense acredita que um novo resultado positivo, pode coloca-lo no top 15 do grupo liderado por Alexander Volkanovski.

Veja Também

Vídeo: Assista à pesagem oficial do UFC 252, com Stipe Miocic e Daniel Cormier
Stipe Miocic não crava data, mas admite que cogita aposentadoria após cada luta
Anderson Silva cobra promessa antiga do UFC e descarta aposentadoria no MMA

“Acredito que essa vitória sobre Pineda, um adversário muito duro, deve me colocar no ranking dos penas”, disse o brasileiro em entrevista ao ‘media day’, com participação do SUPER LUTAS.

Ciente de que vai enfrentar um adversário de qualidade e com muita experiência no MMA, Herbert surpreendeu ao comparar seu próximo adversário ao atual campeão da divisão. Segundo o niteroiense, Daniel tem as qualidades de um oponente de elite e, inclusive, pode ser considerado mais eficiente do que Volkanovski.

Daniel Pineda não leva os resultados para os pontos. Ele vai lá e encerra seu trabalho. Ele tem um bom jiu-jitsu, 18 vitórias por finalização. Por isso acho que ele é melhor do que Volkanovski. Ele tem a força de nocaute e o jiu-jitsu. Ele não tem o mesmo reconhecimento, mas ele é um adversário muito perigoso. Na minha visão, ele é mais perigoso do que o campeão.

Mesmo enfrentando um oponente com mais lutas realizadas na carreira, Burns está seguro de que suas qualidades o tornam favorito no combate. O niteroiense, então, projetou como imagina o confronto se desenrolando neste final de semana.

“Ele pensa que tenho apenas uma qualidade. Ele vai levar a luta para onde acha que vencerá. Na minha visão, ele vai manter o combate em pé, mas não ficaria surpreso se ele tentasse me derrubar. Se ele fizer isso, será bem-vindo. É meu mundo”, finalizou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments