Anderson Silva cobra promessa antiga do UFC e descarta aposentadoria no MMA

Aos 45 anos, lenda do esporte volta a insistir em luta contra Anthony Pettis afirma que o Ultimate lhe ‘deve’ uma superluta

A. Silva revelou que que não pensa em se aposentar tão cedo. Foto: Reprodução/Twitter @spideranderson

Um dos maiores nomes da história do MMA, Anderson Silva está com tudo. Aos 45 anos, a lenda brasileira esbanja ânimo para retomar a carreira, cobra promessa do UFC e volta a insistir no confronto contra Anthony Pettis. Com mais duas lutas em seu contrato com o Ultimate, ‘Spider’ também esclarece sobre a possibilidade de aposentadoria.

Veja Também

UFC encaminha luta entre Alan Nuguette e Rodrigo Kazula para 12 de setembro  
Luta entre Herbert Burns e Daniel Pineda é transferida para o card principal no UFC 252
Nem Miocic ou Cormier, Cigano elege melhor peso pesado de todos os tempos no MMA

Sem atuar desde maio do ano passado, quando acabou derrotado por Jared Cannonier em uma das lutas mais aguardadas do UFC 237, o ex-campeão dos médios (até 83,9kg.) está mais do que ansioso para voltar a calçar as luvas da organização. Para sua volta, o combatente vem insistindo em um confronto contra outra referência no esporte.

“A gente está aguardando a luta com Anthony Pettis. O Anthony já se pronunciou, aceitou fazer a luta, ele que propôs. Achei super interessante porque o Anthony tem um nome relevante no esporte e, no momento que estou da minha carreira, não tem por que lutar com alguém que não tenha nome tão relevante quanto o do Anthony Pettis, um cara que não seja tão eclético e tão bom quanto ele”, disse o brasileiro em entrevista ao ‘Esporte Espetacular’.

Com mais de 23 anos de carreira, Silva entende que já conquistou muito no esporte. Eternizado na história do Ultimate como o melhor peso médio que já atuou pela companhia, Anderson sabe de sua importância e, após anos de serviços prestados, quer grandes nomes para as duas últimas lutas de seu contrato. Pensando nisso, o paulista ‘cobra’ uma promessa antiga feita pela organização há alguns anos.

“Eles têm essa dívida comigo, está no contrato uma superluta. Vamos esperar que isso aconteça”, revelou o ‘Spider’.

Se encaminhando para o fim de um ‘casamento’ de sucesso com o UFC, se engana quem pensa que Silva pensa em deixar o esporte de forma imediata. Sem cravar um prazo para pendurar as luvas, o lendário artista marcial brincou com a possibilidade de aposentadoria.

“O que me move a continuar é poder subir lá e fazer o que amo, me divertir. Toda vez que subo lá e luto, eu consigo voltar lá atrás quando eu era criança. Eu entro ali e me coloco num estado de diversão total. Para mim é divertido estar ali lutando. (…) Eu não tenho isso em mente de parar, não. Para a tristeza de alguns e alegria de outros, não tenho a intenção de parar tão cedo. Estou bem, viu?”, finalizou.

Campeão do UFC entre 2006 e 2013, Anderson, hoje, soma 45 apresentações como profissional no MMA. Ao todo, são 34 vitórias, 10 derrotas e um confronto sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments