Confiante ao voltar a vencer no UFC Ilha da Luta 4, Condit desafia Nick Diaz e Matt Brown

Ex-campeão interino do peso meio-médio encerra a má fase iniciada em 2016 e deseja lutas empolgantes contra importantes figuras

Condit acerta McGee. Foto: Reprodução / Instagram

Iniciada em 2016, a má fase de Carlos Condit, que parecia não ter fim, ganhou um ponto final no UFC Ilha da Luta 4 e a mudança já é vista em sua postura. No evento realizado no sábado (03), em Abu Dhabi, o ex-campeão interino do peso meio-médio (77,6kg), que não atuava desde 2018, superou o veterano Court McGee e a boa performance o fez pensar nos próximos passos, citando possíveis adversários.

Na coletiva de imprensa pós-show, ‘The Natural Born Killer’ se mostrou aliviado por afastar a aposentadoria e, mais do que isso, animado quanto ao seu futuro no MMA. Aos 36 anos, Condit garantiu que recuperou o amor pelas lutas e expressou o desejo de enfrentar Nick Diaz e Matt Brown, dois nomes bastante conhecidos dos fãs.

[relaciondas]

“Ao competir no nível mais alto, por tanto tempo, você tem vitórias e derrotas. Eu ainda estou no jogo, com fogo nos olhos e ardendo por dentro! Fazia muito tempo que não lutava e que não vencia. É uma sensação incrível! Ganhando ou perdendo, amo lutar! Sou um competidor. Aceito enfrentar qualquer um. Ainda há algumas lutas interessantes para mim. Nick Diaz e Matt Brown são opções. Eu e Brown poderíamos ter lutado algumas vezes. Veremos o que acontece. Basta embrulhá-lo para não se machucar. Temos que fazer isso!”, disse Condit.

Condit também analisou o triunfo sobre McGee, que encerrou uma sequência de cinco derrotas consecutivas, e fez elogios ao adversário, com quem posou junto para uma foto, após o evento.

“Me senti bem. Apesar das derrotas, continuei trabalhando muito e deu tudo certo. Me senti mais relaxado e queria estar no octógono. Por alguma razão, McGee não me atacou. Ele tem um bom wrestling e gosta de travar as lutas na grade. Acho que minha postura o confundiu e aumentei o ritmo. Não achei que o nocautearia. Ele consertou o próprio nariz. Que selvagem! McGee é um gangster!”, elogiou.

Vale lembrar que Carlos Condit se tornou campeão interino do peso meio-médio do UFC ao vencer, justamente, Nick Diaz, em 2012. Na ocasião, o resultado foi bastante discutido e gera polêmica até hoje.

Apesar de nunca ter enfrentado Matt Brown, Condit possui uma história com o mesmo. Como os atletas possuem estilos semelhantes, a organização chegou a marcar o combate em 2013 e 2018, porém o primeiro se machucou nas duas oportunidades.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments