Germaine de Randamie e Luigi Vendramini faturam bônus de performance no UFC Ilha da Luta 4

As grandes atuações do quarteto no evento renderam US$50 mil (quase R$270 mil) para cada atleta

G. De Randamie, L. Vendramini, D. Todorovic e K. Phillips faturam os bônus de performance. Foto: Reprodução/Instagram

Impulsionado pelo glamour e poder de Abu Dhabi, Dana White surpreendeu ao anunciar não apenas dois e sim quatro bônus de ‘Performance da Noite’ no UFC Ilha da Luta 4. O evento, realizado no sábado (03), premiou as atuações da holandesa Germaine de Randamie e do brasileiro Luigi Vendramini. Além de Dusko Todorovic e Kyler Phillips. Não houve o tradicional bônus de Luta da Noite. O quarteto levará para a casa US$50 mil (quase R$270 mil).

Veja Também

Holly Holm domina Irene Aldana no UFC Ilha da Luta 4 e se aproxima de mais uma luta pelo cinturão
Carlos Boi vence Yorgan de Castro no UFC Ilha da Luta 4 e desafia o compatriota Raphael Bebezão
Após quatro anos, Carlos Condit volta a vencer no UFC Ilha da Luta 4
IMAGEM FORTE: Lutador fica com costelas destruídas após chutes de rival no UFC Ilha da Luta 4

Germaine de Randamie, ex-campeã do peso pena (65,8kg), mostrou que a idade avançada (36 anos) não está lhe impedindo de conquistar bons resultados no octógono. Especialista em muay thai, a holandesa surpreendeu ao vencer Juliana Peña, justamente, em seu ponto forte (a luta no solo), ao aplicar uma guilhotina no terceiro round.

Luigi Vendramini tem um motivo especial para comemorar a premiação. Aos 24 anos, o brasileiro, que não lutava desde 2018 por causa de duas cirurgias no joelho direito, ignorou o tempo afastado e venceu sua estreia no peso leve (70,3kg). Vendramini precisou de um pouco mais um minuto para nocautear Jessin Ayari, no duelo que inaugurou o evento.

O invicto Dusko Todorovic estreou pela organização e já conquistou um dos bônus. O sérvio, de 26 anos, não teve trabalho para nocautear Dequan Townsend no segundo round e a boa atuação serviu de alerta aos demais atletas do peso médio (83,9kg).

Por último, mas não menos importante, vem Kyler Phillips. O norte-americano não tomou conhecimento do estreante Cameron Else, que assumiu o compromisso em cima da hora, e confirmou a superioridade ao aplicar um nocaute também no segundo round. Phillips, de 25 anos, disputou duas lutas pela organização, venceu ambas tendo boa atuação e começa a vislumbrar um lugar no top-15 do peso galo (61,2kg).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments