Carlos Boi vence Yorgan de Castro no UFC Ilha da Luta 4 e desafia o compatriota Raphael Bebezão

Lutador baiano tem boa atuação contra Yorgan de Castro, vence primeira no UFC e desafia rival brasileiro

C. Boi vence Y. de Castro no UFC Ilha da Luta 4. Foto: Reprodução/Instagram

O peso pesado Carlos Boi fez as pazes com a vitória no UFC Ilha da Luta 4, evento realizado neste sábado (04), em Abu Dhabi. Depois de debutar no Ultimate com derrota, o brasileiro derrotou Yorgan De Castro na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27). Animado com o triunfo, o brasileiro aproveitou para desafiar o compatriota Raphael Bebezão.

Veja Também

Após quatro anos, Carlos Condit volta a vencer no UFC Ilha da Luta 4
IMAGEM FORTE: Lutador fica com costelas destruídas após chutes de rival no UFC Ilha da Luta 4

Em duelo importante pelo peso galo (61,2kg), Germaine De Randamie, ex-campeã do peso pena (65,8kg), superou Juliana Peña e se coloca próxima de disputar o cinturão mais uma vez.

Boi controla De Castro

Carlos Boi e Yorgan De Castro protagonizaram um duelo digno do peso pesado (120,2kg). Os strikers, que prometeram uma guerra em pé, não decepcionaram e trocaram golpes poderosos por 15 minutos. Os ataques do brasileiro se baseavam no volume, enquanto que o atleta de Cabo Verde era na força.

No primeiro round, isso ficou evidente. Boi foi mais ativo e atingiu o adversário várias vezes, com diretos, jabs e chutes baixos. De Castro, praticamente, não atacou.

O brasileiro também se destacou no início do segundo round, seguindo a mesma estratégia. No entanto, na outra metade, De castro equilibrou as ações e acertou o oponente com cruzados potentes.

No último round, o roteiro foi o mesmo. Boi teve os momentos mais agudos do duelo. O brasileiro se aproveitou do fato de De Castro ter optado por travar o combate na grade e o acertou com duras joelhada.

Para os juízes, Boi fez o suficiente para vencer o duelo e se recuperar no UFC. Após o triunfo, o brasileiro aproveitou para desafiar o compatriota, Raphael Bebezão.

De Randamie finaliza pela primeira vez na carreira

G. De Randamie finaliza pela primeira vez na carreira. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Em luta bastante importante para o peso galo (61,2kg), Germaine de Randamie surpreendeu. Não pelo fato de vencer Juliana Peña e sim pela forma como triunfou. A holandesa, conhecida por ter uma trocação de alto nível, aplicou uma guilhotina e finalizou pela primeira vez em sua carreira.

No primeiro round, a ex-campeã da categoria foi superior e confirmou sua superioridade em pé. Apesar dos 36 anos, ela estava mais rápida e chegou a atordoar Peña, que sentiu o volume e poder dos golpes recebidos.

No segundo assalto, Peña conseguiu por a luta agarrada em prática e até tentou finalizar a adversária. Na sequência final, foi a vez de Randamie sair da posição delicada que se encontrava e quase conseguiu a finalização.

Com o duelo empatado, o terceiro round seria decisivo, porém um erro de Peña facilitou a missão de Randamie. Ao tentar uma queda, a venezuelana deixou o pescoço exposto e, mostrando oportunismo, a holandesa não desperdiçou a chance. Aplicou uma guilhotina e apagou a adversária.

Com o triunfo, Randamie se recupera da derrota sofrida para a campeã, Amanda Nunes, e se coloca em boa posição para lutar pelo cinturão novamente. Já Peña, que não atuava desde julho de 2019, amargou a sua segunda derrota no UFC. Anteriormente, ela foi finalizada por Valentina Shevchenko, em 2017.

Phillips segue mostrando evolução

Kyler Phillips já tinha impressionado em sua estreia no UFC, ao vencer Gabriel Silva, e, novamente, deixou uma boa impressão no octógono. Originalmente, o lutador enfrentaria Danaa Batgerel, porém este foi impedido de viajar até Abu Dhabi e Cameron Else o substituiu. Sem a devida preparação, o estreante foi dominado.

O primeiro round já apresentou um domínio de Phillips, que estava bastante ativo no octógono. Ele controlou as ações e teve mais volume de golpes. No segundo assalto, ao perceber que a dinâmica era a mesma, o favorito foi mais incisivo e estava disposto a vencer pela via rápida. E a iniciativa deu certo. Logo aos 44 segundos, Phillips aplicou uma sequência de golpes que deixou Else atordoado e o atacou com violência no solo.

Phillips, de 25 anos, tem evoluído de forma bastante rápida e com mais uma boa atuação, começa a vislumbrar uma possível vaga no top-15 do peso galo (61,2kg).

Todorovic impressiona em estreia

D. Todorovic vence por nocaute. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Desde quando foi oficializada, a luta entre Dusko Todorovic e Dequan Townsend, válida pelo peso médio (83,9kg) causou preocupação na comunidade do MMA. Alguns motivos explicam isso: o fato do primeiro estar invicto no MMA, o segundo ter perdido as três lutas que havia feito no UFC e por estar vivendo um drama pessoal (perdeu dois irmãos em um tiroteio). E, a partir do momento que o árbitro autorizou o combate, isso ficou evidente no octógono.

Apesar de estar estreando, o sérvio não sentiu a pressão de lutar no UFC e foi superior do início ao fim, em todas as áreas. Todorovic levou a melhor no primeiro round, sem sofrer sustos. A atuação do sérvio foi ainda melhor no segundo, quando conseguiu derrubar Townsend e só parar seus ataques no solo, quando o árbitro interrompeu a ação.

Vale lembrar que uma das vitórias de Todorovic no MMA foi, justamente, em cima de Michel Pereira. Por sua vez, Towsend foi derrotado pela quarta vez consecutiva, permanece sem vencer no UFC e sua situação é bastante delicada.

RESULTADOS do UFC Ilha da Luta 4

CARD PRINCIPAL

Peso galo: Holly Holm derrotou Irene Aldana na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-44, 50-45)

Peso pesado: Carlos Boi derrotou Yorgan de Castro na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso galo: Germaine De Randamie derrotou Julianna Pena por finalização (guilhotina) a 3m25s do R3

Peso galo: Kyler Phillips derrotou Cameron Else por nocaute técnico a 0m46s do R2

Peso médio: Dusko Todorovic derrotou Dequan Townsend por nocaute técnico a 3m15s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio: Carlos Condit derrotou Court McGee na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena: Charles Jourdain e Josh Culibao empataram na decisão dividida dos juízes (30-27, 28-29, 28-28)

Peso médio: Nassourdine Imavov derrotou Jordan Williams na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-27, 29-28)

Peso palha: Loma Lookboonmee derrotou Jinh Yu Frey na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso galo: Casey Kenney derrotou Heili Alateng na decisão unânime dos juízes (30-25, 30-26, 30-27)

Peso leve: Luigi Vendramini derrotou Jessin Ayari por nocaute técnico a 1m12s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments