Sem se apresentar há quase um ano, Markus Maluko comemora luta neste sábado: ‘Verão uma guerra’

Após meses de expectativa e adversários trocados, brasileiro volta ao octógono contra Dricus Du Plessis, pelo UFC, em Abu Dhabi

M. Maluko (foto) enfrentará D. Du Plessis no UFC Ilha da Luta 5. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de quase 12 meses sem subir no octógono, Markus Maluko está de volta. Neste sábado (10), o brasileiro retorna à ativa e, depois meses de expectativas e adversários trocados, trocará forças contra Dricus Du Plessis no UFC Ilha da Luta 5, em Abu Dhabi. Em entrevista ao ‘Combate’, o paulista comemorou a oportunidade e analisou o confronto contra o rival.

Veja Também

Khabib Nurmagomedov minimiza experiência de Justin Gaethje no wrestling: ‘Não usa como eu’
Próximo de nova disputa de título, Marlon Moraes mostra respeito a Petr Yan, mas garante: ‘É vencível’
Usman pede mais tempo para treinar e luta contra Durinho está fora do UFC 256, diz site

“Quero guerra. Estou há sete meses treinando para lutar, estou na sede de lutar. Sou um cara que nasci para ser guerreiro. Meu pai já me deu o nome de Markus, e Markus significa ‘Deus da guerra’. Lá dentro, vocês verão guerra”, disse o paulista confiante.

No final de semana, o brasileiro será o responsável por dar as boas-vindas a Du Plessis no Ultimate. Mesmo se tratando de um oponente pouco conhecido pelos fãs da organização, Maluko mostrou ter estudado o adversário e garante que não será surpreendido no duelo.

“Se você pegar um adversário completo, que tem tudo, eu já estava treinando para ele. Vinha treinando para um cara que era striker, depois para um grappler, e depois para um do jiu-jítsu. E agora para ele, que é completo em todas as áreas, mas não tem nada demais em nenhuma delas no final das contas (…). Ele é completo, troca em pé, tem um wrestling básico, e algumas finalizações no jiu-jítsu, mas faz de tudo um pouco e não faz tão bem. Ele vai levando a luta e isso para mim é muito bom, não gosto de cara que fica pressionando muito porque não dá espaço para você pensar, e ele é um cara que dá espaço. Vou ter espaço para fazer o meu jogo e colocar em prática, e trazer para a gente um nocaute ou finalização da noite”, explicou.

Empolgado com o confronto, Markus sabe que precisa vencer para conseguir um equilíbrio dentro da companhia. Até o momento, o brasileiro disputou cinco combates com as luvas do Ultimate, vencendo duas e perdendo em três compromissos. Sua última atuação aconteceu em novembro do ano passado, quando acabou superado pelo compatriota Wellington Turman, no UFC São Paulo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments