Israel Adesanya não esquece Jon Jones e promete superar seus feitos: ‘Vou fazer o que ele não conseguiu’

Campeão dos médios mostra ambição e deseja tanto enfrentar o rival, que aceitaria lutas até em categorias acima do seu peso

I. Adesanya volta a atacar J. Jones. Foto: Reprodução/Instagram @stylebender

Algumas rivalidades no MMA são fabricadas, mas, as verdadeiras, se tornam marcantes e Israel Adesanya parece gostar de ser uma das partes. Se o trash talk entre ele e Paulo Borrachinha tornou o UFC 253 um dos eventos mais aguardados de 2020, o existente entre o campeão do peso médio (83,9kg) e Jon Jones, ex-campeão dos meio-pesados (93kg), é ainda mais pesado e aumenta a expectativa para uma possível superluta.

Em entrevista ao site norte-americano Submission Radio, o nigeriano, mais uma vez, não poupou palavras ao criticar Jones, prometeu ser campeão de outra categoria, em um tempo bem menor, algo que o rival não conseguiu e garantiu que, para enfrentá-lo, subiria até para os pesados (120,2kg).

Veja Também

Dana White ‘esquece brasileiros’ e diz que Adesanya sobe de categoria e desafia Blachowicz pelo cinturão dos meio-pesados
Israel Adesanya agradece elogio de Georges St-Pierre e retribui: ‘Os melhores reconhecem os melhores’
Israel Adesanya surpreende e oferece conselho a Paulo Borrachinha: ‘Me esqueça e siga em frente’
Daniel Cormier critica a polêmica ‘sarrada’ de Israel Adesanya em Paulo Borrachinha: ‘Me deixou mal’

“Jones não me importa. Vou fazer algo que ele não conseguiu. Ele limpou os meio-pesados duas vezes e começou a enfrentar médios reciclados. Não venha falar sobre ganhar peso e lutar, quando você não fez isso ao longo do seu tempo no UFC. Posso fazer, em três anos, algo que Jones não conseguiu em dez! Nem sabemos se ele vai lutar nos pesados. Quando eu conquistar o cinturão dos meio-pesados e, caso Jones consiga o milagre de ter o dos pesados, vou atrás dele. Quero três cinturões ao mesmo tempo”, disse Adesanya.

Aos 31 anos, Israel Adesanya protagonizou uma das ascensões mais rápidas no UFC. O nigeriano estreou na organização em 2018 e se tornou campeão do peso médio em 2019. ‘The Last Stylebender’ segue invicto no MMA, já realizou nove lutas pela companhia e superou grandes nomes do MMA, como Anderson Silva, Robert Whittaker, Yoel Romero, Paulo Borrachinha, Kelvin Gastelum, Derek Brunson e Marvin Vettori.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments