Mesmo aceitando luta de última hora, Paul Felder faz alerta a Rafael dos Anjos: ‘Vai ser violento’

Depois de ‘salvar’ o UFC Las Vegas 14 e substituir Islam Makhachev com menos de uma semana de preparação, norte-americano garante dificultar vida do brasileiro neste sábado

P. Felder (centro) aceitou enfrentar R. dos Anjos com menos de uma semana para o UFC Las Vegas 14. Foto: Reprodução/Instagram

O fato de ‘salvar’ o UFC Las Vegas 14 e substituir Islam Makhachev contra Rafael dos Anjos na luta principal deste sábado (14) certamente dá moral a Paul Felder. No entanto, se engana que pensa que o norte-americano topou o desafio apenas para ‘cumprir tabela’. Em videoconferência com a imprensa, o atleta alertou o brasileiro sobre os perigos do confronto e garantiu foco para sair vencedor no confronto deste final de semana.

Veja Também

Patrício Pitbull vence parceiro de McGregor com nocaute fulminante, defende cinturão e avança no GP do Bellator
VÍDEO: Assista o nocaute de Patrício Pitbull sobre Pedro Carvalho no Bellator 252
Após vencer parceiro de Conor McGregor, Patrício Pitbull gostaria de enfrentar a estrela irlandesa

“Ele (Rafael) tem que saber que, se chegar perto de mim, vai ser atingido com algo pesado. Se quiser me derrubar, vai ser esmagado pelo meu quadril e, se eu me levantar, vai levar uma joelhada na cara. Ele tem que saber que vai ser violento o tempo todo. Ele luta assim um pouco. Os fãs vão ver um show”, afirmou o atleta.

Paul – que trabalharia como comentarista do evento neste sábado – foi anunciado como oponente de Dos Anjos na noite da última segunda-feira (9). A notícia pegou muitos de surpresa, pois o norte-americano estava aposentado desde fevereiro deste ano, depois de perder a batalha contra Dan Hooker. Felder, então, explicou a decisão de substituir Makhachev e encarar o ex-campeão do peso leve (até 70,3kg.).

“É uma estranha coincidência, pois tinha botado o MMA fora da minha cabeça, mas se forçou de volta à minha vida. É incrível, pois não queria tirar o MMA da minha vida, mas estava meio amargo com a divisão. Não via mais o caminho ao topo e, se não o vejo, por que vou ficar tomando porrada na cabeça se não vou ser o melhor? Não luto só pelo dinheiro, estou lutando por oportunidades para coisas boas no futuro, e esta luta apresenta isso. Vou enfrentar uma lenda. Se eu perder, perco meu lugar no ranking (7º) e talvez não mereça lutar pelo título mesmo. Mas, se eu vencer, como podem me negar uma luta contra um dos tops da categoria?”, finalizou o lutador.

O duelo deste final de semana, além de marcar o retorno de Paul ao MMA, trará a volta de Rafael dos Anjos à divisão onde viveu os melhores momentos de sua carreira. Entre 2015 e 2016, o niteroiense ocupou o posto mais desejado da categoria, ostentando o cinturão da divisão até 70,3kg. Nos últimos anos, o brasileiro se apresentou entre os meio-médios (até 77kg.).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments