Patrício Pitbull vence parceiro de McGregor com nocaute fulminante, defende cinturão e avança no GP do Bellator

Brasileiro despacha o português Pedro Carvalho, defende o cinturão dos penas e avança no torneio da divisão; Agora, ele encara Emmanuel Sanchez nas semifinais

P. Pitbull segue impressionando no Bellator. Foto: Reprodução/Facebook Bellator MMA

Se existe uma palavra que combina com Patrício Pitbull no Bellator, ela é conhecida como ‘vitória’. Na edição de número 252 do show, realizado nesta quinta-feira (12), em Connecticut, nos EUA, o campeão do peso pena (65,7kg), nocauteou o português Pedro Carvalho no primeiro round, defendeu o cinturão da categoria e avançou para a semifinal do torneio da divisão, que pagará US$ 1 milhão ao vencedor. O triunfo fez Patrício ser o lutador com mais vitórias na história do Bellator, com 19 no total.

Veja Também

Empolgado com mais uma vitória no Bellator, Patrício Pitbull afirma: ‘Sou o melhor pena do mundo’
Após vencer parceiro de Conor McGregor, Patrício Pitbull gostaria de enfrentar a estrela irlandesa
VÍDEO: Assista o nocaute de Patrício Pitbull sobre Pedro Carvalho no Bellator 252
Após show no UFC Las Vegas 13, Raoni Barcelos manda recado à elite do peso galo: ‘Vim para fazer um furacão’

Originalmente, o duelo entre os desafetos teria acontecido em março, no Bellator 241, mas o evento foi cancelado, devido a pandemia de Covid-19 e isso fez o clima entre eles ficar ainda mais pesado. As academias Pitbull Brothers e SBG Ireland são rivais e novos encontros devem acontecer pela organização.

A Luta

Se o trash talk entre Patrício Pitbull e Pedro Carvalho foi pesado, a luta não. Pelo contrário, bastaram apenas um pouco mais de dois minutos para o brasileiro confirmar seu favoritismo e mostrar a superioridade. Foram dois knockdowns aplicados, o que mostra uma precisão cirúrgica.

Além da mão direita calibrada, Pitbull também machucou o português com os chutes baixos, mas a combinação final foi ainda mais marcante. O campeão dos penas acertou um cruzado de esquerda no rival, que sentiu seu poder, e, em queda, ainda recebeu um direto de direita.

Com o belo triunfo, Patrício Pitbull se tornou o lutador que mais vezes venceu na história do Bellator, defendeu o cinturão e avançou para a semifinal do Grand Prix dos penas. Na próxima fase, o número um da organização vai enfrentar Emmanuel Sanchez.

Sambo leva a melhor em batalha contra o wrestling

A segunda luta mais importante do evento colocava frente a frente dois meio-médios (77,6kg) invictos e o mais popular deles levou a melhor, porém sofreu. Yaroslav Amasov teve que sobreviver a um mata-leão justíssimo no terceiro round para assegurar um apertado triunfo e tirar a invencibilidade de Logan Storley.

É bem verdade que, durante a maior parte dos 15 minutos, o ucraniano foi superior. No primeiro round, Amasov, sabendo da estratégia do norte-americano, se preocupou apenas em defender as quedas e, assim, frustrá-lo. A estratégia deu certo. Por mais que tenha um histórico invejável no wrestling, no MMA, é diferente e Storley percebeu que vai precisar melhor adaptar o seu ponto forte para o novo esporte. Amasov não foi derrubado e até conseguiu surpreender ao derrubar o norte-americano.

No segundo assalto, Storley seguiu tentando as quedas e Amasov também continuou se defendendo bem e levando a melhor em pé. O esforço dos atletas foi tanto que ambos se cansaram e o terceiro round foi diferente por conta disso. Em um único momento de distração, o ucraniano viu o norte-americano conseguiu pegar suas costas e sofreu por alguns minutos, mas conseguiu sobreviver ao mata-leão.

Após 15 minutos de guerra, Amosov levou a melhor na decisão dividida dos juízes, venceu a 25ª luta no MMA e se coloca perto de disputar o cinturão dos meio-médios contra o campeão, Douglas Lima.

Sanchez aplica surra em vingança e também avança no GP

Se na primeira luta, realizada em 2016, entre Emmanuel Sanchez e Daniel Weichel o segundo venceu na decisão dividida dos juízes, quatro anos depois, o resultado foi bem diferente. Mesmo atrás no retrospecto, Sanchez não ficou temeroso, tomou a iniciativa do duelo e massacrou o adversário para também avançar no Grand Prix dos penas.

No primeiro round, o norte-americano foi surpreendido ao ser derrubado logo no início, mas se levantou e começou a mostrar superioridade. Os chutes baixos já estavam machucando Weichel, porém nada como os golpes na linha de cintura. No segundo assalto, Sanchez percebeu a fragilidade do alemão na região e focou em lançar seus golpes ali. Quando atingido, Weichel reagia com caretas, de tanta dor que sentia. Sem conseguir esconder o sofrimento, o lutador foi bravo e optou por deixar Sanchez socar seu rosto para proteger o ponto mais fraco. Basicamente, Weichel lutou não para vencer e sim para sobreviver e, milagrosamente, conseguiu.

Nos demais rounds, ‘El Matador’ diminuiu o ritmo, não se expôs, administrou o resultado e continuou sendo superior. Ao final dos 25 minutos, Sanchez levou a melhor na decisão unânime dos juízes, venceu a terceira luta consecutiva e já sabe que seu próximo adversário no torneio será o campeão, Patrício Pitbull. Vale lembrar que a última derrota sofrida pelo norte-americano foi, justamente, contra o brasileiro.

Pico aplica nocaute impressionante

Quando surgiu no MMA, Aaron Pico foi visto como uma das maiores promessas, devido ao seu wrestling e boxe de alto nível. No entanto, seu início no Bellator foi difícil e, após o hype, foi surpreendido, mas o norte-americano não se desesperou e, aos poucos, vai reconstruindo sua carreira.

A mais nova vítima foi John De Jesus. Ele foi o adversário que deu a luta mais longa na curta carreira de Pico no esporte, mas sempre esteve um passo atrás do adversário, levando a pior. A superioridade de Pico era tanta, que parecia que ele iria punir o adversário na base do wrestling e nos ataques no solo, mas ele encontrou a oportunidade ideal para definir o combate no segundo round. Quando De Jesus tentou aplicar uma joelhada, ficou desprotegido e, no contra-ataque, foi acertado por um golpe de direita que pegou em cheio.

O impacto foi tão forte, que Pico só não jogou o adversário para fora do ringue, porque tinha grade. Essa foi a terceira vitória consecutiva de Aaron Pico, sendo duas por nocaute e uma por finalização. O talentoso lutador, de 24 anos, acordou e, treinando na Jackson-Wink MMA, a tendência é que vire um peso pena de elite em breve.

Faraldo quer sair do anonimato

Os fãs de MMA devem ficar de olho em Roman Faraldo. Em sua estreia no Bellator, o pupilo de Jorge Masvidal enfrentou Pat Casey e não tomou conhecimento do adversário. Maior e, visivelmente melhor preparado para o combate, Faraldo mostrou superioridade na trocação desde o início. Contudo, não ficou confortável, decidiu acelerar o ritmo para conseguir o nocaute e foi premiado.

No segundo round, percebeu que o oponente estava cansado, acuado e acertou uma belíssima e violenta joelhada voadora em Casey, que não resistiu. Roman Faraldo segue invicto no MMA, nocauteou nas quatro lutas que disputou e, pelo que mostrou, pode trilhar um bom caminho nos meio-médios (77,6kg) da organização.

Gracie perde mais uma

Se corner ganhasse luta, Khonry Gracie, dificilmente, seria derrotado no Bellator, porém isso não importa no ringue. Mesmo com o pai, Royce, e o tio, Renzo, presentes, o pupilo da tradicional família não foi capaz de superar o estreante Trevor Gudde na abertura do evento.

A luta não foi bonita e Khonry teve muita dificuldade para impor seu jiu-jitsu e lidar com o tamanho do adversário. Cansado no terceiro round, telegrafou uma queda lentamente e caiu ao receber uma joelhada de encontro.

Essa foi a quarta luta de Khonry Gracie no MMA, sendo todas realizadas no Bellator, e seu retrospecto é de duas vitórias e duas derrotas. Apesar de ter um nome tradicional, o jovem, de 23 anos, é um meio-médio pequeno para a categoria e pode ser cortado em caso de nova derrota.

RESULTADOS do Bellator 252

CARD DO EVENTO

Peso pena: Patrício Pitbull derrotou Pedro Carvalho por nocaute a 2m10s do R1 – Luta pelo cinturão

Peso meio-médio: Yaroslav Amosov derrotou Logan Storley na decisão dividida dos juízes (28-29, 29-28, 29-28)

Peso pena: Emmanuel Sanchez derrotou Daniel Weichel na decisão unânime dos juízes (48-46, 49-46, 49-45)

Peso pena: Aaron Pico derrotou John De Jesus por nocaute a 4m12 do R2

Peso palha: Keri Taylor-Melendez finalizou Emilee King com um mata-leão a 3m02s do R1

Peso leve: Manny Muro derrotou Devin Powell na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo: Jornel Lugo derrotou Schyler Sootho na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 30-27)

Peso pena: Lucas Brennan derrotou Andrew Salas na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-26)

Peso meio-médio: Roman Faraldo derrotou Pat Casey por nocaute a 2m30s do R2

Peso meio-medio: Trevor Gudde derrotou Khonry Gracie por nocaute técnico a 3m28s do R3

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments