Sem brasileiros na lista, Dana White lista três lutadores para 'ficar de olho' em 2021 | SUPER LUTAS

Sem brasileiros na lista, Dana White lista três lutadores para ‘ficar de olho’ em 2021

Apesar de um ano conturbado, pela pandemia do Covid-19, presidente do UFC elogiou a safra de atletas da franquia e mirou em mais sucesso para 2021

Dana White aponta K.Chimaev, K.Holland e J.Buckley como três lutadores para ficar de olho em 2021 Foto: Reprodução/YouTube UFC

Em meio à pandemia do Covid-19, o Ultimate mostrou que ainda sim pode ser capaz de promover boas lutas e revelar atletas promissores. Apesar do ano de 2020 conturbado, o presidente do UFC, Dana White, apontou três atletas que surgiram na temporada e os fãs devem ficar de olho em 2021. Sem brasileiros na lista, ele listou: Khamzat Chimaev, Kevin Holland e Joaquin Buckley.

“O que eu amo no Chimaev é que ele quer lutar o tempo todo e nem todo mundo quer lutar com ele, então é difícil fazer luta. (…) Outro cara como Chimaev é Kevin Holland. O garoto fez cinco vitórias em 2020. Ele é divertido. Ele é excitante. (…) E então outro seria Joaquin Buckley, que teve em 2020 a vitória mais viral da história do UFC com aquele nocaute”, revelou Dana White, em entrevista ao “Shout Podcast”.

Veja Também

Sobre a quantidade de bons lutadores, White também disse que a organização tem potencial para expandir ainda mais o mercado de bons lutadores e aposta no ‘Contender Series’ para isso.

“Estamos montando outro episódio do ‘Contender Series’ e a quantidade de talento que está saindo desse show é fenomenal. Eles (Chimaev, Holland e Buckley) são apenas três caras entre muitos que ainda virão”, concluiu.

Aos 26 anos, Khamzat Chimaev está invicto no MMA com nove triunfos. Ele ganhou notoriedade mundial ao vencer três lutas em 2020, que, somadas, foram finalizadas em 4m38s. Já Holland, que tem um cartel de 21 vitórias e cinco derrotas, derrotou cinco adversários em 2020, além de conquistar a ‘Performance da Noite’ em três oportunidades.

Coincidentemente, Joaquin Buckley havia perdido para Holland, mas deu a volta por cima ao aplicar um dos nocautes mais incríveis vistos no MMA contra Impa Kasanganay, em outubro, no UFC Ilha da Luta 5, Abu Dhabi. Atualmente, ele tem um histórico de 12 resultados positivos e três negativos.

Ainda que tenha sido prejudicado com a pandemia do coronavírus, o UFC fez 41 eventos em 2020, com a adição de 123 novos lutadores. Após ficar cerca de dois meses sem lutas, a empresa retornou às atividades em maio e está tomando todas as medidas necessárias para evitar o contágio entre os atletas.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments