Joanna Jedrzejczyk impõe condições para voltar ao UFC: 'Presença de fãs e mais dinheiro' | SUPER LUTAS

Joanna Jedrzejczyk impõe condições para voltar ao UFC: ‘Presença de fãs e mais dinheiro’

Sem lutar desde a derrota para Weili Zhang, no UFC 248, polonesa diz que não voltaria ao octógono sem a presença de público

Joanna Jedrzejczyk impõe condições para voltar a lutar no Ultimate: ‘Presença de fãs e mais dinheiro’. Foto: Reprodução/Instagram

Joanna Jedrzejczyk não sobe no octógono desde a sua guerra contra Weili Zhang pelo cinturão peso palha (até 52,2 kg). O duelo ocorreu no UFC 248, em março de 2020. Questionada sobre o motivo da inatividade, a ex-campeã justificou sua ausência ao dizer que sente falta da energia dos fãs nas arenas.

Veja Também

“Não há esporte nenhum sem fãs. Você sabe como eu interajo com as pessoas. Eu preciso sempre de motivação extra, uma bateria extra, pacote de energia. Talvez eu (lutasse sem fãs), mas não quero. Eu quero apenas esperar. Eu realmente acredito que tudo ficará para trás (pandemia do Covid-19) em breve”, revelou Joanna, em entrevista ao site South China Morning Post.

Em tom de insatisfação, a lutadora também revelou que gostaria de uma valorização financeira por suas atuações no octógono.

“Deve haver mais dinheiro por trás disso. Eu lutei muito da última vez e era o evento co-principal. Mas senti que eu e Weili (Zhang) era o verdadeiro negócio, que deveria ser a atração principal. Eu mereço mais dinheiro. Eu mereço um pedaço maior do bolo. Não quero reclamar como os outros lutadores. São mais de 500 lutadores, mas sou uma grande parte dessa empresa (…). Eu não estou reclamando. Estou muito feliz com o UFC como sempre, mas sinto que as pessoas me amam. Com o cinturão ou sem o cinturão, eles me amam. Eu só quero continuar fazendo isso por eles. Eu continuo ouvindo que estou aposentada, mas só estou demorando (para lutar). Costumava duas ou três vezes por ano. Não dá mais. Quero cuidar de mim, meu corpo, minha mente”, disse ela.

Jedrzejczyk diz que gostaria de voltar para enfrentar a vencedora de uma possível luta pelo título entre a atual campeã, Weili Zhang e Rose Namajunas. Ambas têm vitória sobre ela.

“Ainda é o caso (de querer a chance pelo título), mas eu não tenho que provar nada para ninguém. É isso aí”, finalizou.

Aos 33 anos, Joanna Jedrzejczyk tem um histórico de 16 triunfos e quatro reveses. Ela foi campeã do peso palha (até 52,2 kg) no período entre março de 2015 a novembro de 2017. Ao todo, foram cinco defesas de título bem-sucedidas.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments