No Brasil, Cejudo volta a provocar Deiveson: 'Não aguenta mais de dois rounds comigo' | SUPER LUTAS

No Brasil, Cejudo volta a provocar Deiveson: ‘Não aguenta mais de dois rounds comigo’

Paraense consegue atrair a atenção de ex-campeão, que promete nocautear o ‘Deus da Guerra’, caso seja compensado financeiramente

H. Cejudo explica decisão de se aposentar do MMA. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Campeão do peso mosca (até 56,7kg.) do UFC desde julho de 2020, Deiveson Figueiredo definitivamente conseguiu chamar a atenção do antigo duplo-campeão da organização, Henry Cejudo. Depois de provocar o norte-americano e insistir em uma superluta, o ‘Triplo C’ tem dado as caras nas redes sociais e, em visita recente ao Brasil, voltou a responder às investidas do paraense.

Veja Também

“Eu gosto dele (Deiveson), mas ele não aguenta mais de dois rounds comigo. Ele não tem wrestling. Acho que sou mais brasileiro do que ele. Para mim, ele ‘é do Paraguai’. Ele está tomando conta do meu cinturão, como uma babá. Quando eu decidir voltar, o título vai voltar para mim”, afirmou o norte-americano, em entrevista ao ‘Combate’.

Sem lutar há quase um ano, Cejudo nunca escondeu que voltaria ao octógono, caso recebesse uma proposta financeira que julgasse irrecusável. Agora, sendo desafiado constantemente pelo novo xodó da organização, Henry admite analisar o caso com outros olhos.

“Preciso conversar com Dana White e ver de quanto dinheiro estamos falando. Eu sinto falta de lutar, mas preciso da motivação para isso. Se ele me der o que eu quero, o ‘Deus da Guerra’ vai encarar o ‘Triplo C’. Vou nocauteá-lo”, finalizou.

Enquanto Cejudo ‘curte’ sua aposentadoria, Figueiredo tem provado que quer ser um ‘funcionário exemplar’ para o Ultimate. O atleta, no fim do ano passado, fez história ao topar defender seu cinturão duas vezes em 21 dias.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments