Antes de luta no UFC 257, McGregor doa mais de R$2,5 milhões à instituição de caridade de Poirier | SUPER LUTAS

Antes de luta no UFC 257, McGregor doa mais de R$2,5 milhões à instituição de caridade de Poirier

Irlandês deixa rivalidade de lado e presta suporte financeiro para a ’The Good Fight Foundation’, administrada pelo norte-americano

C. McGregor (dir..) e D. Poirier (esq.) se enfrentam no UFC 257. Foto: Reprodução/Instagram

Protagonista do UFC 257, que acontece neste sábado (23), em Abu Dhabi, Conor McGregor deixou a rivalidade de lado e realizou uma contribuição generosa para a fundação administrada pelo seu adversário, Dustin Poirier. De acordo com um dos representantes do irlandês, o ‘Notório’ apoiará a causa com uma doação de US$500 mil (cerca de R$2,7 milhões) para a ‘The Good Fight Foundation’. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Junkie’.

Veja Também

Em coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira (21), que contou com a presença dos quatro representantes das principais lutas da noite, Dustin Poirier fez questão de tornar público o feito de McGregor. Com o microfone à mão, o norte-americano agradeceu ao irlandês, que tem se mostrado mais calmo em suas aparições.

“Não quer que pareça que estamos dando massagem nas costas um do outro. Mas, Conor, só quero deixar claro que a equipe de Conor, a ‘McGregor Sport & Entertainment ajudou a minha fundação e começou o processo de doação. Então, Conor, de homem para homem, você estará ajudando muitas pessoas com isso”, afirmou Poirier.

Antes do confronto entre o ‘Notório’ e o ‘Diamante’ ser confirmado pelo Ultimate, os atletas, no fim de 2020, chegaram a selar um acordo verbal para um confronto fora do UFC. À época, tanto Dustin quanto Conor se diziam insatisfeitos (Poirier quanto ao salário e McGregor por não ter disputado o cinturão na temporada passada) com a organização e toparam promover um espetáculo beneficente.

O duelo, no entanto, não foi autorizado por Dana White e sua equipe. Sagaz, o presidente da companhia tratou de promover a luta dentro da empresa.

Desta forma, Conor e Poirier, que estão no topo do peso leve (até 70,3kg.), trocarão forças de olho na disputa de cinturão, que, hoje, ainda pertence ao recém-aposentado, Khabib Nurmagomedov.

A luta entre McGregor e Poirier também representa a reedição de uma disputa realizada em 2014, no UFC 178. Na ocasião, o irlandês superou o norte-americano com um nocaute no primeiro round, quando ainda atuavam pelos penas (até 65,7kg.).

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments