Patrício Pitbull revela interesse de fazer superlutas contra atletas do UFC: 'O esporte precisa disso' | SUPER LUTAS

Patrício Pitbull revela interesse de fazer superlutas contra atletas do UFC: ‘O esporte precisa disso’

Duplo-campeão na organização de Scott Coker, brasileiro também diz que gostaria de enfrentar ‘os melhores do mundo’ e cita possibilidade contra Max Holloway

P. Pitbull (foto) derrotou M. Chandler em 2019. Foto: Reprodução/Instagram

A rivalidade entre Bellator e UFC pode ganhar mais um capítulo. Após Michael Chandler, um dos ícones da organização de Scott Coker, estrear com vitória diante de Dan Hooker na companhia de Dana White, Patrício Pitbull elogiou seu ex-desafeto e revelou que também deseja enfrentar lutadores do Ultimate no futuro.

Veja Também

Em entrevista ao site norte-americano ‘MMA Junkie’, o campeão do peso pena (65,8kg) e leve (70,3kg) do Bellator afirma que deseja fazer história e promover um embate entre uma ‘promoção cruzada’ das duas organizações.

“Eu, definitivamente, quero ter uma chance com esses caras (do Ultimate). Não é que o UFC me interesse mais, na verdade. Eu gostaria de fazer história, algo novo no esporte – criar uma grande promoção cruzada, como no boxe, onde você tem os campeões lutando entre si. É isso que está faltando no MMA agora. Eu gostaria de ser o cara para começar isso”, afirmou Patrício Pitbull.

O brasileiro também se diz animado para enfrentar adversários entre os melhores da divisão no mundo e citou o ex-campeão dos penas (até 65,7kg.) do Ultimate, Max Holloway, como uma das opções.

“Vamos ver o que vem a seguir. Talvez Max Holloway se canse de ganhar centavos no UFC e venha para o Bellator para fazermos um grande show em um estádio no Havaí. Pudemos ver uma mudança dos tops do UFC (chegando) para o Bellator”, revelou o lutador.

Embora a promoção de um evento entre ‘UFC x Bellator’ pareça difícil de acontecer, o brasileiro diz que gostaria de acrescentar algo ao esporte e cita Michael Chandler para argumentar sobre a possibilidade de bons combates ocorrerem.

“Gostaria de fazer parte desse grande movimento para fazer essa mudança (e) forçar o UFC. Já venci o futuro campeão dos leves (Michael Chandler). Então, vamos colocar todos juntos e ver quem é realmente o melhor. Os fãs iriam querer isso. O esporte precisa disso. Não mais a história de ‘Esta organização ou aquela organização?’. Há um lado comercial das coisas, mas as pessoas querem ver o melhor lutando contra o melhor”, finalizou.

Aos 33 anos, Patrício Pitbull conta com um cartel de 31 vitórias e quatro derrotas na carreira. Ele é apontado, por muitos, como um dos melhores lutadores da história do Bellator. Em seu último combate, o brasileiro nocauteou o português Pedro Carvalho na edição de nº 252, em novembro de 2020.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments