Fabrício Werdum relembra revés para Stipe Miocic e diz que esperou por revanche: 'Eu merecia' | SUPER LUTAS

Fabrício Werdum relembra revés para Stipe Miocic e diz que esperou por revanche: ‘Eu merecia’

Brasileiro revela ainda que se preocupou com a atmosfera fora do octógono e não entrou concentrado para a defesa de cinturão

F. Werdum relembrou luta diante de S. Miocic. Foto: Reprodução/Instagram

Ex-campeão dos pesados (até 120,2kg.) do Ultimate e atual contratado da PFL (Professional Fighters League), Fabrício Werdum relembrou a perda de título diante de Stipe Miocic, no UFC 198, que ocorreu na Arena da Baixada, em Curitiba. O brasileiro afirma que, na ocasião, esperou por uma revanche imediata.

Veja Também

“(Stipe) Miocic me fez dormir com um soco que pegou de jeito. Eu prefiro uma luta que (vá) até o final, até mesmo se eu perder por um detalhe, mas saber que foi uma guerra. Mas não desse jeito. Eu acho que merecia uma revanche. Depois de tudo que eu tinha feito – seis vitórias consecutivas – e (o UFC) nem cogitou. Se é aquela luta que o cara te deu um pau e te quebrou, você não tem o que falar. Mas quando é desse jeito, com um soco só, tem que ter a revanche”, revelou Werdum em entrevista ao canal ‘Rafi Bastos’, do apresentador e humorista Rafinha Bastos.

O ex-campeão dos pesados ainda falou que a atmosfera em Curitiba tirou sua concentração e, consequentemente, prejudicou a performance na defesa de título.

“Eu me perdi total. Eu não estava concentrado na luta. Eu queria que a torcida viesse, minha mãe foi pela primeira vez e um dia antes eu estava almoçando com 40/50 pessoas. Não era o momento. Eu tinha que focar 100% ali e acabei esquecendo da luta. (…), eu mandei fazer 50 mil máscaras com a ‘Happy Face’ (marca registrada de Werdum) e minha preocupação era o público. Mas eu não estava na luta”, completou o lutador.

Recém-contratado da PFL, Fabrício Werdum está confirmado no torneio do peso pesado, realizado pela organização. Caso saia vencedor de quatro confrontos, o brasileiro levará para casa o prêmio de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,4 milhões), além da bolsa por apresentação. Aos 43 anos, ele soma 34 lutas como profissional no MMA. O veterano tem 24 vitórias, nove derrotas e um empate.

A queda do ‘Império Pitbull’ no Bellator e a prévia para o UFC 265

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments