Jones surpreende ao falar de físico ideal nos pesados e se compara a Ngannou: 'Quero ficar igual ou maior' | SUPER LUTAS

Jones surpreende ao falar de físico ideal nos pesados e se compara a Ngannou: ‘Quero ficar igual ou maior’

Na preparação para o novo desafio de sua carreira, lenda do MMA avalia a evolução do seu corpo e fala sobre negociações com o UFC

J. Jones segue na preparação para a estreia nos pesados. Foto: Reprodução/Instagram

No processo de ganho de massa muscular para a aguardada estreia nos pesados (até 120,2kg.) do UFC, Jon Jones surpreendeu ao revelar o objetivo final na pare física. Trabalhando para ganhar massa muscular, o norte-americano admitiu que o plano é se tornar um atleta imponente, semelhante a Francis Ngannou, atual campeão na empresa. A declaração foi feita ao ‘Fight Hype’.

Veja Também

“No momento, estamos apenas treinando, focando nas coisas que podemos controlar, que é conseguir a melhor forma física. As pessoas querem ver dois titãs. Francis já é um e eu estou tentando me tornar. Quero parecer um titã. Quero ficar do mesmo tamanho dele (Ngannou), senão maior. Temos muito trabalho a fazer”, revelou o norte-americano.

Mesmo focado no novo projeto, Jones passa por um momento de dúvidas dentro da organização. O atleta entrou em pé de guerra com o Ultimate depois de ser provocado por Dana White, que sugeriu que ‘Bones’ deveria temer o franco-camaronês. Além disso, o mandatário admitiu a possibilidade de Derrick Lewis tomar à frente e encarar o ‘gigante’ pelo cinturão. Nada disso, porém, parece ter abalado o otimismo recente de Jon.

“Acho que (o confronto) vai acontecer. Acho que, eventualmente, o UFC vai fazer a coisa certa. É uma das maiores lutas da nossa geração e seria triste que não acontecesse. Seria uma grande tragédia não promoverem”, disse Jon.

Embora o franco-camaronês seja o adversário preferido de Jon para sua estreia nos pesados, o atleta admite que encarar o ‘gigante’ não é o único objetivo. Para ‘Bones’, o plano de carreira vai além de uma superluta contra Francis.

“Não tem um ‘plano b’. Posso lutar contra Francis ou Derrick Lewis pelo cinturão. Meu objetivo é me tornar campeão dos pesados. O adversário não importa”, finalizou.

Lenda absoluta dos meio-pesados (até 93kg.), Jon não se apresenta desde fevereiro de 2020. Em sua última luta, o norte-americano derrotou Dominick Reyes no duelo que marcou sua despedida da divisão. Meses depois, o combatente abriu mão do antigo cinturão e passou a se dedicar à preparação para o grupo de cima.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments