Luana Pinheiro desabafa após vitória com desqualificação da rival: 'Ninguém sente mais do que eu' | SUPER LUTAS

Luana Pinheiro desabafa após vitória com desqualificação da rival: ‘Ninguém sente mais do que eu’

Vítima de um chute ilegal aplicado por Randa Markos, que foi penalizada no UFC Vegas 25, brasileira fala sobre situação

L. Pinheiro fez sua estreia no Ultimate no UFC Las Vegas 25. Foto: Reprodução/Instagram

Considerada uma promessa brasileira para o peso palha (até 52,1kg.), Luana Pinheiro acabou não tendo a estreia dos sonhos no UFC Vegas 25. Apesar de poder mostrar parte de seu talento diante de Randa Markos, dominando a rival na maior parte do tempo em que atuou, a paraibana acabou sendo vítima de um chute ilegal aplicado pela canadense, que acabou penalizada. Usando as redes sociais, a tupiniquim, que não teve condições de seguir na luta após o incidente, desabafou sobre a situação.

Veja Também

“Passando aqui para, primeiramente, dizer que estou bem. Segundo, quero agradecer o suporte de todos, tanto antes quanto depois da luta (…). Ninguém queria essa vitória mais do que eu e ninguém sente mais do que eu pelo desfecho da luta. Imaginei mil possibilidades do meu braço terminar erguido e nenhuma delas foi da forma que acabou acontecendo. Mas, independente do desfecho não ter sido como queria e como trabalhei para isso, estou feliz por todo trabalho que fiz para chegar bem preparada para a luta. Vou trabalhar muito para continuar buscando minha evolução e trazer minha melhor versão nos próximos desafios. Obrigado por tudo e vamos que vamos, que ainda temos muito caminho para caminhar”, escreveu a brasileira, em sua conta no Instagram.

Embora tenha um sentimento de frustração por não ter a vitória da forma como queria, Pinheiro acabou causando boa impressão durante os minutos que trocou forças com a adversária. Afiada nas aplicações de quedas, a brasileira conduzia o confronto com certa facilidade, até ser atingida pelo golpe ilegal, que abalou a paraibana.

Ainda assim, Luana somou mais um resultado positivo em seu cartel como profissional no MMA. Agora, a atleta de 27 anos soma nove resultados positivos em 10 confrontos disputados.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments