Em volta ao MMA, Anthony Johnson sofre, mas vence Augusto 'Gugu' por nocaute no Bellator 258 | SUPER LUTAS

Em volta ao MMA, Anthony Johnson sofre, mas vence Augusto ‘Gugu’ por nocaute no Bellator 258

Mesmo passando sufoco, o norte-americano venceu e agora irá enfrentar Vadim Nemkov; Patricky Pitbull também sofreu revés para Peter Queally

A. Johnson nocauteou José Augusto ‘Gugu’ Foto: Instagram/@bellatormma

Retornando aos combates após quatro anos de aposentadoria, Anthony Johnson passou sufoco mas venceu José Augusto ‘Gugu’ na luta co-principal do Bellator 258 e se garantiu na semifinal do grand prix dos meio-pesados (até 93kg). Com a vitória, o norte-americano se credencia a enfrentar o atual campeão Vadim Nemkov. O espetáculo ocorreu nessa sexta (7) em Uncasville, Connecticut (EUA).

A LUTA

Mostrando agressividade desde o primeiro segundo, Anthony Johnson começou dominando o centro do ringue e tentando encurralar José Augusto. O brasileiro tentou acertar o norte-americano e machucou a mão direita. Com apenas uma das mãos ‘disponíveis’, o ímpeto de ‘Rumble’ aumentou e Gugu surpreendentemente conseguiu acertar um cruzado que levou o seu oponente a knockdown. Sentindo muitas dores, José Augusto não conseguiu ter forças para finalizar Anthony mesmo estando com a posição encaixada. O inacreditável primeiro assalto terminou com Johnson por cima do brasileiro.

Com o seu jogo comprometido devido a mão direita lesionada, Gugu se defendia e soltava alguns diretos com a mão esquerda. Ciente da situação do brasileiro, Johnson se aproximou e acertou um lindo direto de direita que levou o brasileiro ao chão imediatamente e decretou a vitória por nocaute.

Debutando no Bellator, Johnson retorna com vitórias após quatro anos longe dos combates e se credencia para enfrentar Vadim Nemkov na semifinal do grand prix dos meio-pesados (até 93kg). O lutador de 37 anos agora possui um histórico de 23 triunfos e seis derrotas.

Com uma boa atuação mesmo sendo derrotado, José Augusto Gugu mostrou que é um bom nome a ser observado na divisão dos meio-pesados. Vindo de cinco vitórias seguidas, sendo uma na organização, o brasileiro agora possui um cartel de sete triunfos e dois reveses.

Patricky Pitbull é derrotado por Peter Queally e sofre a sua segunda derrota consecutiva

P. Pitbull x P. Queally Foto: Twitter

Os dois lutadores começaram o combate com bastante agressividade. No primeiro minuto, Patricky Pitbull acertou um chute baixo não intencional em Peter Queally. O brasileiro usava os chutes na perna para minar a base do irlandês e Peter acertava bons diretos no brasileiro, que com menor envergadura, tinha dificuldades para se aproximar. Com dificuldades para encurtar a distância, Pitbull insistia nos chutes baixos como estratégia. No minuto final, o brasileiro botou o seu adversário para baixo mas não conseguiu encontrar uma boa posição.

A segunda parcial começou com bastante agressividade do irlandês que aparentava começar a sentir a perna que sofreu com os chutes baixos no primeiro round. O brasileiro sofreu um corte logo abaixo do olho direito que começou a sangrar. Queally se aproveitava da maior envergadura e castigava Patricky com jabs e diretos a todo instante, principalmente no olho machucado. No minuto final, o atleta potiguar botou a luta para baixo mas novamente não foi efetivo e ainda sofreu mais um corte devido a uma cotovelada de Peter em sua cabeça.

No intervalo para a etapa final o brasileiro sangrava abundantemente e após examinar o lutador, o médico da organização não autorizou o retorno de Pitbull para o combate. Com isso, Peter foi declarado vencedor do confronto.

O irlandês Peter Queally consegue a maior vitória da sua carreira e se mostra como um forte nome da divisão dos leves (até 70,3kg). O combatente agora ostenta um cartel de 13 triunfos e cinco derrotas.

Com essa derrota para Peter, Patricky fica mais longe de uma nova oportunidade de disputar o cinturão da divisão. O brasileiro sofreu a sua segunda derrota consecutiva e agora possui um histórico de 23 vitórias e 10 reveses.

Com mais um show, Michael Page nocauteia Derek Anderson no primeiro round

‘Venom’ Page x Derek Anderson Foto: Instagram

 

O duelo que abriu o card principal começou com os dois atletas se estudando. Michael Page com a sua guarda baixa de sempre e Derek Anderson esperando uma ‘boa’ para atacar. Com sua velocidade e plasticidade nos golpes, o ‘Venom’ acertava o norte-americano e saía do raio de ação rapidamente. Derek logo se aproximou e travou Page na grade para tentar derrubá-lo, porém, o inglês se mantinha firme em pé. Quando os dois atletas voltaram ao centro, Michael acertou um chute que acertou em cheio o nariz de Derek que começou a sangrar abundantemente.

No intevalo para o segundo round, em razão do estado do nariz de Derek, o médico da organização não deixou o lutador voltar para o combate e decretou o fim da luta.

Com mais uma vitória sem sustos, Michael alcança a sua quinta vitória consecutiva na organização. Aos 34 anos, o inglês possui um cartel de 19 triunfos e apenas uma derrota. O seu único revés na carreira aconteceu em maio de 2019 para o brasileiro Douglas Lima.

Aos 31 anos, Derek Anderson vê a sua sequência de três vitórias seguidas ser quebrada por Page. O norte-americano agora possui um cartel de 17 triunfos e três reveses.

RESULTADOS DO BELLATOR 258

CARD PRINCIPAL

Peso galo: Juan Archuleta x Sergio Pettis – Luta pelo cinturão

Peso meio-pesado: Anthony Johnson derrotou José Augusto ‘Gugu’ por nocaute a 1m30s do R2

Peso leve: Peter Queally derrotou Patricky Pitbull por nocaute técnico a 5m do R2

Peso casado: Michael Page derrotou Derek Anderson por nocaute técnico a 5m do R1

CARD PRELIMINAR

Peso galo: Raufeon Stots derrotou Joshua Hill na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio: Lorenz Larkin derrotou Rafael Carvalho na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso galo: Patchy Mix finalizou Albert Morales com um katagatame a 2m40s do R3

Peso médio: Johnny Eblen derrotou Daniel Madrid por nocaute 2m44s do R1

Peso galo: Johnny Campbell  finalizou Henry Corrales com um mata-leão a 4m12s do R2

Peso pena: Johnny Soto derrotou Weber Almeida na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-28, 29-28)

Peso galo: Erik Perez derrotou Blaine Shutt na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-27)

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments