Moreno comemora feito histórico ao se tornar o primeiro campeão mexicano na história do UFC | SUPER LUTAS

Moreno comemora feito histórico ao se tornar o primeiro campeão mexicano na história do UFC

Novo líder dos moscas, atleta desabafa sobre dificuldades para chegar ao topo do MMA e afirma colocar o esporte em outro nível

B. Moreno em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Além de destronar um dos maiores nomes brasileiros na história recente do Ultimate, Brandon Moreno tem outro motivo importante para comemorar. Um dos protagonistas do UFC 263, realizado neste sábado (12), o atleta marcou época ao se tornar o primeiro atleta nascido no México ao chegar ao topo da organização. Em coletiva após o espetáculo, o novo campeão dos moscas (até 56,7kg.) falou sobre o assunto.

Veja Também

“Esse foi um dos meus maiores objetivos. Eu tenho muito respeito por caras como Cain Velasquez, Henry Cejudo (atletas nascidos nos Estados Unidos, mas com raízes latinas). Eles trabalharam muito no esporte para meu país. (…) Ele (Velasquez) colocou o MMA mexicano em outro nível. Eu nasci em Tijuana, cresci lá, fui para a escola lá. Sofri com as oportunidades, com a mer** do governo. As grandes empresas não patrocinam os esportes, especialmente as artes marciais”, desabafou o atleta.

Com seu feito, Moreno entende que será visto com outros olhos pela população de seu país. Para o combatente, o título pode mudar o cenário e a visão do governo mexicano sobre o tratamento com a modalidade.

“Eu sei que, com esse cinturão, coloco o esporte em outro nível. Isso me faz sentir incrível”, finalizou.

Para chegar ao topo dos moscas, Moreno mostrou um nível diferente da primeira luta com Deiveson, no fim de 2020. Embora tenha dado trabalho ao ex-campeão no UFC 256, chegando ao empate contra o paraense, neste fim de semana, Brandon deu um verdadeiro show. Ignorando o estilo agressivo do ‘Deus da Guerra’, o atleta não tomou conhecimento de Figueiredo e emplacou a primeira finalização sofrida na carreira do tupiniquim.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments