Moreno aponta corte de peso severo de Deiveson como determinante para a derrota do brasileiro | SUPER LUTAS

Moreno aponta corte de peso severo de Deiveson como determinante para a derrota do brasileiro

Sincero, novo campeão dos mocas questiona reta final de preparação do rival e chama ação de ‘desnecessária’

B. Moreno dominou D. Figueiredo e tomou o cinturão dos moscas no UFC 263. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de uma atuação de gala e uma vitória dominante sobre Deiveson Figueiredo, Brandon Moreno foi sincero dar sua opinião sobre uma possível causa para o baixo rendimento do brasileiro no UFC 263. Após tomar o título dos moscas (até 56,7kg.) do paraense na luta co-principal deste sábado, o novo campeão apontou o corte de peso severo do ‘Deus da Guerra’ como fator determinante para seu triunfo. Em coletiva após o show, o mexicano falou sobre o assunto.

Veja Também

“Precisamos ser honestos, ele cortou muito peso. Eu acho que isso é desnecessário. Esse esporte é muito difícil, porque você corta peso para querer alguma vantagem na luta. Você quer se sentir mais forte, sentir mais energia do que seu adversário. Nós vimos o trailer promocional para o duelo Figueiredo estava chorando depois que conseguiu bater o peso nos minutos finais. Acho desnecessário, mas, obviamente, não é minha decisão. É uma opção da equipe dele”, afirmou.

Do início do primeiro round até a finalização que determinou o desfecho do confronto, Moreno não tomou conhecimento de um dos maiores nomes do MMA na história recente do Brasil. Atuando de forma segura, o mexicano controlou as ações e não deu chances para que ‘Daico’ colocasse sua agressividade no octógono.

No dia anterior ao duelo, Deiveson se apresentou para a pesagem visivelmente abatido. Defendendo seu título, o brasileiro foi o último a chegar ao local das aferições e precisou tirar toda a roupa para chegar ao limite estabelecido pela organização.

A vitória de Brandon marcou o segundo resultado negativo na carreira de Figueiredo – o primeiro por finalização. O revés também encerrou uma série invicta do tupiniquim que durava seis compromissos.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments