Ex-campeão diz que UFC deveria 'se envergonhar' por pagamentos e pede união dos atletas contra empresa | SUPER LUTAS

Ex-campeão diz que UFC deveria ‘se envergonhar’ por pagamentos e pede união dos atletas contra empresa

Sean Sherk afirma que lutadores do Ultimate poderiam ir para o 'tudo ou nada' e criarem um sindicato para maiores remunerações

S. Sherk foi campeão dos leves do Ultimate. Foto: Reprodução/Facebook

Ex-campeão dos leves (até 70,3kg.) do Ultimate, Sean Sherk diz que a empresa deveria se sentir envergonhada por remunerações aos lutadores. Em sua conta oficial no ‘Facebook’, o norte-americano revela que o problema é recorrente e palpitou sobre as superlutas entre atletas e estrelas do youtube no boxe.

Veja Também

“Acho que o UFC deveria estar extremamente envergonhado por seus ex-campeões e lutadores do topo terem que lutar contra estrelas do YouTube com quase nenhuma experiência de luta e ganharem 10 vezes mais dinheiro do que no UFC. Estou aposentado há 10 anos e nada mudou na organização. Os lutadores do UFC ainda são os atletas mais mal pagos no maior palco. Acredite, eu também tenho minhas histórias”, escreveu Sherk.

Em resposta a um fã que perguntou o que os lutadores precisam fazer de diferente, Sherk sugeriu que os lutadores deveriam organizar uma espécie de sindicato, se quiserem alguma mudança.

“Os lutadores não estão fazendo nada de errado. Os lutadores querem ganhar títulos mundiais em um palco maior. Eu já estive lá, então eu sei. O que está errado é que os lutadores precisam se sindicalizar. Sem UFC ainda haverá lutador. Mas sem lutador não há UFC. Por alguma razão, os lutadores se recusam a fazer isso. Tem que ser uma coisa do tipo ‘tudo ou nada’”, finalizou o lutador.

Aos 47 anos, Sean Sherk encerrou sua carreira em 2010, após vencer Evan Dunham na decisão dividida dos juízes. O norte-americano foi campeão dos leves no período entre 2006 e 2008 e contou com um cartel de 36 triunfos, quatro reveses e um empate.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments