Pupilo de Fedor, Moldavsky supera Johnson e é o novo campeão interino dos pesados do Bellator | SUPER LUTAS

Pupilo de Fedor, Moldavsky supera Johnson e é o novo campeão interino dos pesados do Bellator

Ucraniano derrotou norte-americano na decisão dos juízes; Carmouche vence e se aproxima do cinturão; único representante brasileiro, John Macapá sofre revés

V. Moldavsky é o novo campeão interino dos pesados. Foto: Reprodução/Instagram

Pupilo de Fedor Emelianenko, Valentin Moldavsky conquistou a vitória mais importante de sua carreira e é o novo campeão interino dos pesados (120,2kg.). O ucraniano superou Timothy Johnson na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 49-46) do Bellator 261, em combate que aconteceu em Connecticut (EUA) nesta sexta-feira (25).

Veja Também

Contratado pelo Bellator em 2017, Valentin Moldavsky ainda não sabe o que é derrota na organização presidida por Scott Coker. Desde a sua estreia, foram cinco triunfos em sequência na companhia. Agora, o ucraniano possui um cartel de 11 vitórias e apenas um revés.

Já Timothy Johnson tem sua série de três resultados positivos quebrada. Assim, o norte-americano encontra sua sétima derrota. Ele também tem 15 vitórias.

A LUTA

O combate começou com ambos os lutadores medindo a distância e sem exposição. A primeira grande ação foi tomada por Tim Johnson, que partiu com tudo para cima de Valentin Moldavsky. O ucraniano, no entanto, soube segurar a pressão e voltou com o combate em pé. Ainda assim, o norte-americano seguiu encurralando seu adversário e chegou a conectar bom cruzado na reta final.

No segundo round, Moldavsky começou a agir. O ucraniano conectou um uppercut que chegou a fazer Johnson recuar. Ele também pressionou junto à grade e conectou cruzados na curta distância. No entanto, o norte-americano deu o troco e teve bons momentos ao aplicar dois uppercuts que balançaram seu oponente.

O terceiro round foi marcado pela agressividade dos lutadores. Valentin Moldavsky parecia mais inteiro e chegava antes de Tim Johnson nos golpes. O ucraniano, inclusive, tentou a pegada para quedar seu oponente. O norte-americano conseguiu sair da pegada e o round terminou no centro do cage.

Valentin Moldavsky não quis saber de começar trocando e já levou Tim Johnson às grades para tentar a queda. Ainda assim, o norte-americano conseguiu sair da pegada e começou a trabalhar combinações na distância com jabs e diretos, que entraram limpos no rosto de seu adversário. Em determinado momento, Johnson cortou o supercílio e ficou com o olho direito prejudicado na reta final do round.

No quinto e decisivo assalto, os competidores já pareciam mais cansados e sequer se tocaram com intensidade. A luta ficou franca, mas sem grandes golpes para ambos os lados. Em vantagem, Moldavsky voltou a levar a luta para a grade

Liz Carmouche nocauteia, tira invencibilidade de japonesa e se aproxima da disputa de cinturão nos moscas

Não deu nem para soar! Na segunda luta mais importante da noite, válida pela categoria dos moscas (até 56,7kg.) do Bellator, Liz Carmouche fez valer sua ‘experiência’ e conseguiu definir, de forma rápida, o combate. A norte-americana derrotou a japonesa Kana Watanabe em apenas 35 segundos no primeiro round do confronto.

Agora, a ex-desafiante ao cinturão do Ultimate deve conseguir a disputa, também, no Bellator. O título, hoje, pertence à brasileira Juliana Velasquez, que o coloca em jogo contra Denise Kielholtz na edição de nº 262.

Carmouche tem histórico de 15 triunfos e sete reveses, enquanto Watanabe encontra sua primeira derrota na carreira. A japonesa também tem 10 vitórias e um empate.

Único brasileiro no card do Bellator 261, John Macapá é derrotado na decisão dividida

Não foi a noite do peso pena (até 65,7kg.) John Macapá. O brasileiro, que era o único representante do país no Bellator 261, fez luta equilibrada, mas acabou derrotado pelo norte-americano John de Jesus na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28).

O combate foi ‘enérgico’ entre os lutadores, com John Macapá e John de Jesus trocando golpes na curta distância em boa parte do tempo. O norte-americano apostou nos chutes baixos, que machucaram seu adversário. Por sua vez, o brasileiro marchou para frente e sequer parou de se movimentar, mas não fez o suficiente para ter as ‘mãos levantadas’ no combate.

John Macapá, de 34 anos, não consegue a vitória após passar um ano e meio longe das lutas pela pandemia. Agora, ele conta com um cartel de 23 vitórias, seis derrotas e dois empates na carreira. Aos 30, John de Jesus tem um retrospecto de 14 triunfos e nove reveses.

Resultados do Bellator 261

CARD PRINCIPAL

Peso pesado (até 120,2kg.): Valentin Moldavsky derrotou Timothy Johnson na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 49-46)

Peso mosca (até 56,7kg.): Liz Carmouche derrotou Kana Watanabe por nocaute teécnico a 35seg. do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Sidney Outlaw finalizou Myles Jury com um mata-leão a 4m44seg. do R3

Peso pena (até 65,7kg.): Daniel Weichel derrotou Keoni Diggs na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Christian Edwards derrotou Simon Biyong na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR 

Peso pena (até 65,7kg.): John de Jesus derrotou John Macapá na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Taylor Johnson finalizou Lance Wright com um mata-leão a 2m58seg. do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Jaylon Bates finalizou Cody Matthews com uma chave de braço a 4m04seg. no R2

Peso leve (até 70,3kg.):  Corey Samuels derrotou Isaiah Hokit por nocaute a 10s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Soren Bak derrotou Bobby Lee na decisão unânime dos juízes (30-26, 39-27, 29-27)

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments