Após vitória no UFC Las Vegas 32, Raulian Paiva destaca 'nova motivação' para crescer na divisão dos galos | SUPER LUTAS

Após vitória no UFC Las Vegas 32, Raulian Paiva destaca ‘nova motivação’ para crescer na divisão dos galos

Único representante tupiniquim no card, brasileiro estreou na categoria dos galos com triunfo diante de Kyler Phillips

R. Paiva em entrevista coletiva do UFC. Foto: Reprodução/YouTube

Raulian Paiva é só alegria. Depois de cortes extremos para bater o peso na categoria dos moscas (até 56,7kg.), o brasileiro decidiu se testar nos galos (até 61,2kg.) e conseguiu vencer Kyler Phillips na segunda luta mais importante do UFC Las Vegas 32 deste sábado (24).

Veja Também

Em coletiva de imprensa pós-evento, Raulian se diz feliz com o trabalho feito para subir de categoria e revela que a mudança trouxe uma ‘motivação’ para seguir em ascensão na carreira.

“Eu estou muito feliz. Mais feliz ainda de mostrar aos fãs do MMA minha evolução e trabalho feito desde fevereiro. Pude mostrar meu trabalho e estou feliz por ter ganhado de um cara difícil em uma nova categoria. (…), o que facilita é que eu chego no evento mais saudável, com mais disposição. Me sinto mais forte e com mais pegada. Isso que me deixa mais feliz e motivado. Acima de tudo, temos que pensar em nossa saúde. Foi uma decisão que nós tomamos e tem dado certo”, afirma Paiva.

Apesar de ter vencido o combate, o brasileiro teve que suportar dura pressão do norte-americano ainda no primeiro round. Após o duelo, Raulian confessa que não lembrava dos golpes sofridos.

“Eu fiquei meio sem entender. Quando eu vi, estava sentado e o Kyler Phillips me batendo. Eu até olhei aos meus coachs e perguntei: ‘O que está acontecendo?’. Sempre gostei de treinar com gente mais pesada do que eu para justamente sentir o punch”, completou o brasileiro.

Único representante tupiniquim, Raulian Paiva sai com a sensação de ‘dever cumprido’. O brasileiro aceitou lutar contra Kyler Phillips logo após a lesão de Raphael Assunção e conseguiu vencer na decisão majoritária dos juízes. Agora, em sua carreira, são 21 vitórias e três derrotas na carreira.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments