Em uma virada incrível, Raulian Paiva vence Kyler Phillips no card principal do UFC Las Vegas 32 | SUPER LUTAS

Em uma virada incrível, Raulian Paiva vence Kyler Phillips no card principal do UFC Las Vegas 32

Único brasileiro lutando no show, o ex-peso mosca sobrevive a um primeiro round ruim e derrota o norte-americano na decisão majoritária dos juízes

R. Paiva saiu vitorioso no UFC Las Vegas 32 Foto: Instagram

A estreia de Raulian Paiva na divisão dos galos (até 61,2kg) não poderia ter sido melhor. Em um combate eletrizante, o ex-peso mosca (até 56,7) derrotou o norte-americano Kyler Phillips na luta co-principal do UFC Las Vegas 32 que ocorreu na noite desse sábado (24).

Com o triunfo, Raulian consegue o seu terceiro resultado positivo na organização e pode conseguir uma vaga no top-15 dos galos na próxima atualização do ranking. O lutador brasileiro possui um cartel de 21 vitórias e três derrotas.

Por outro lado, Kyler Phillips vê quebrada a sua sequência de quatro vitórias consecutivas. Número 14 do ranking da divisão, o ‘The Matrix’ possui um histórico de nove triunfos e dois reveses no MMA profissional.

Veja Também

A luta

Sem cerimônia, Philipps começou o combate atacando o brasileiro que respondia os contra golpes. Logo no primeiro minuto, o norte-americano acertou um direto que levou o atleta tupiniquim a knockdown, porém, ele logo levantou. O ‘The Matrix’ tentou pegar as pernas de Paiva que rechaçou mais de uma vez. Ainda houve tempo para Kyler acertar uma ‘bomba’ de esquerda no meio do rosto do brasileiro, que parecia atordoado. O lutador tupiniquim parecia ‘fora de si’ após sofrer tantos golpes.

O lutador brasileiro voltou mais agressivo para o segundo round e acertou bons golpes em Phillips. O atleta tupiniquim acerto um cruzado que balançou o norte-americano que após sofrer um pequeno sufoco, levou a luta para o solo. Após levantar, Raulian encurralou o seu oponente na grade e castigou com alguns socos e cotoveladas que incomodavam o ‘Matrix’. Kyler respondeu o cruzado e também balançou o lutador brasileiro.

Na terceira parcial, os dois atletas pareciam desgastados e trocavam socos no centro do octógono sem muita contundência. O duelo ficou mais aberto com intensa trocação franca dos dois lutadores. Raulian botou o combate para baixo e golpeava por cima de Phillips, que tinha dificuldades para levantar. Ainda houve tempo para mais uma sessão de trocação franca nos últimos dez segundos do combate.

Darren Elkins ressurge ‘das cinzas’ e derrota Derrick Minner por nocaute

D. Elkins venceu o segundo combate consecutivo Foto: Instagram

Com muito tempo de ‘estrada’ no MMA profissional, Darren Elkins venceu o duelo contra Derrick Miner de forma espetacular. Após ser dominando na luta de chão durante todo o primeiro round, Elkins ressurgiu ‘das cinzas’ e virou o combate.  No segundo assalto, depois de uma sequência de golpes de Darren na posição de 100kg, o árbitro interrompeu o combate e o decretou vencedor.

Após quatro resultados negativos, Elkins emenda o seu segundo triunfo em sequência na organização. O veterano das artes marciais mistas possui um cartel de 26 resultados positivos e nove negativos.

Derrick Miner tem a sua ascensão freada após dois resultados negativos em sequência. O norte-americano teve uma noite para esquecer após um primeiro round de completo dominío. O lutador de 31 anos possui um cartel de 26 triunfos e 12 reveses.

Em resultado polêmico, Mayce Barber derrotou Miranda Maverick por decisão dividida

M. Barber derrotou M. Maverick por decisão dividida Foto: Instagram

Em combate animado, Miranda Maverick e Mayce Barber entregaram 15 minutos de pura adrenalina. O duelo transcorreu grande parte na luta em pé com Miranda acertando mais golpes e dominando o centro do octógono. Nos dois assaltos seguintes, Mayce melhorou a sua trocação e equilibrou o empolgante combate. Na papeleta dos juízes, vitória de Mayce por decisão dividida.

Com a vitória, Mayce volta a ter a mão levantada pelo árbitro após dois confrontos, a norte-americana possui um cartel de nove triunfos e dois reveses. Embalada por sete vitórias seguidas, Miranda volta a ter um resultado negativo na sua carreira. A lutadora de 24 anos possui um histórico de nove triunfos e três reveses.

Com incrível reviravolta, Adrian Yanez nocauteou Randy Costa no segundo round

A. Yanez teve grande atuação contra R. Costa Foto: Instagram

O duelo que abriu o card principal do UFC Las Vegas 32, foi marcado por uma reviravolta surpreendente. Em um combate que transcorreu todo na luta em pé, Randy teve um primeiro round primoroso com completo domínio sobre Adrian. Porém, no segundo assalto, a ‘maré virou’ e Yanez achou a distância, melhorou no combate e conseguiu a vitória por nocaute após uma sequência incrível de golpes enquanto o seu oponente estava encurralado na grade.

Com a excelente vitória, Yanez segue invicto na organização. O lutador de 27 anos vem uma incrível sequência de sete vitórias consecutivas e pode pintar no ranking dos galos na próxima atualização. Por outro lado, Costa volta a ser derrotado após dois confrontos e agora marca seis resultados positivos e dois negativos em seu cartel.

Resultados do UFC Las Vegas

CARD PRINCIPAL

Peso galo (até 61,2kg.): Cory Sandhagen x TJ Dillashaw

Peso galo (até 61,2kg.):  Raulian Paiva derrotou Kyler Phillips na decisão majoritária dos juízes (29-28, 28-28, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Darren Elkins derrotou Darrick Minner por nocaute técnico a 3m48s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.):  Maycee Barber derrotou Miranda Maverick na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Adrian Yanez derrotou Randy Costa por nocaute técnico a 2m11s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso médio (até 83,9kg.): Brendan Allen derrotou Punahele Soriano na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Nassourdine Imavov derrotou Ian Heinisch por nocaute técnico a 3m09s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Mickey Gall finalizou Jordan Williams com um mata-leão a 2m57s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Julio Arce derrotou Andre Ewell por nocaute técnico a 3m45s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.): Sijara Eubanks derrotou Elise Reed por nocaute técnico a 3m49s do R1

Peso palha (até 52,1kg.): Diana Belbița derrotou Hannah Goldy na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments