Dana confirma que vacinação contra Covid-19 não será obrigatória entre lutadores do UFC: 'A decisão é sua' | SUPER LUTAS

Dana confirma que vacinação contra Covid-19 não será obrigatória entre lutadores do UFC: ‘A decisão é sua’

Presidente do Ultimate deixa critério de segurança a mando dos próprios atletas e descarta demitir quem evitar participar de campanha

D.White em coletiva de imprensa pelo UFC. Foto/Reprodução: YouTube

O avanço na vacinação contra a Covid-19 no mundo, na tentativa de reduzir os casos diante da pandemia, segue como tabu para algumas pessoas. Presidente do UFC, Dana White adotou postura flexível e deixou a mando de seus lutadores a ação de tomar ou não o imunizante. Em entrevista à ‘TSN’, o mandatário falou sobre o assunto.

Veja Também

“Eu nunca diria a outro ser humano o que ele tem que fazer com seu corpo. Se você quer se vacinar, a decisão é sua. Você nunca vai me ouvir forçando alguém a tomar a vacina. Não vai acontecer”, disse White.

Responsável por gerir os espetáculos do Ultimate, White afirmou que, em alguns locais nos Estados Unidos, pessoas foram demitidas por se recusarem a atender à campanha de ordem mundial. Segundo o mandatário, o cenário narrado por ele não acontecerá no UFC.

“Isso não vai ocorrer aqui. Se você quer se vacinar, vacine-se. Se não, é sua decisão, amigo”, declarou.

Por fim, White se mostrou tranquilo ao saber que sua opinião pode esbarrar na política preventiva de alguns estados que exigem comprovação de vacinação para algumas atividades. Sem titubear, o presidente do Ultimate admitiu que tudo é questão de encontrar um novo espaço para promover seus eventos.

“Vou nos lugares em que eu possa fazer um evento normal. Eu disse que seria o primeiro e faria o primeiro evento lotado sem distanciamento social, máscaras e nenhuma dessas coisas. Fizemos na Flórida, Texas, Arizona, em (Las) Vegas. (…) Não sabemos o que vai acontecer no futuro. Eu não estava pronto há um ano e meio e, agora, estou pronto para tudo. Não me importa o que aconteça, como os estados gerem suas questões. (…) Estou pronto”, encerrou.

À frente do Ultimate há mais de 20 anos, Dana concorre ao prêmio de ‘Espírito Esportivo’ no ‘Oscar do MMA. A justificativa da organização se deu pelo empenho do promotor em retomar as atividades do UFC em um momento que diversas ligas esportivas haviam interrompido seus torneios.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments