Finalista de torneio da PFL, brasileiro Raush Manfio acredita que 'sabe o que fazer' para vencer a grande decisão | SUPER LUTAS

Finalista de torneio da PFL, brasileiro Raush Manfio acredita que ‘sabe o que fazer’ para vencer a grande decisão

Após vencer Clay Collard na semifinal do torneio até 70,3kg, o lutador brasileiro já 'conta os dias' para o duelo contra o perigoso Loik Radhzabov

R. Manfio está na final do torneio dos leves da PFL Foto: Instagram

Finalista da temporada 2021 do GP dos leves (até 70,3kg), Raush Manfio não conteve a animação após a vitória sobre Clay Collard na PFL 7 dessa sexta (13). O lutador brasileiro declarou que ‘sabe o que fazer’ para poder triunfar na grande decisão e sobre a expectativa de conquistar o cinturão que ainda pertence ao seu grande amigo Natan Schulte.

Veja Também

“Vai ser ‘fogos de artifício’. Eu conheço o seu jogo (de Loik Radhzabov) porque ajudei no treinamento do Natan (Schulte) para enfrentá-lo. Eu sei exatamente o que fazer para vencer essa luta, espero que funcione”, declarou Raush ainda no decágono após o combate.

O lutador tupiniquim não escondeu a felicidade com a vitória e a vaga na grande final e contou detalhes do combate contra Clay Collard.

“Eu estou muito feliz. Como você poder ver, o soco dele é muito forte. Eu senti que no último round eu coloquei tudo o que tinha e ele sentiu a pressão. Eu vou para a final, graças a Deus”.

Com o seu grande amigo e parceiro de treinos Natan Schulte tendo conquistado os dois primeiros torneios dos leves da PFL, Raushio contou sobre o sonho de  manter o cinturão ’em família’.

“Cara, eu vou fazer tudo o possível para que esse cinturão permaneça na minha família e fique com a ‘American Top Team’. Eu vou colocar mais um cinturão na casa do Natan”, finalizou o lutador tupiniquim.

A grande decisão do GP dos leves será realizada no dia 27 de outubro. No espetáculo programado para o Hard Rock Hotel e Cassino, na Flórida (EUA), Raush irá medir forças contra o perigoso Loik Radhzabov. O vencedor do torneio leva para casa o título da temporada 2021 e o excelente prêmio de US$ 1 milhão (cerca de R$5,2 milhões na cotação atual). O combatente possui um cartel de 14 triunfos e três reveses.

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments