Treinador de Francis Ngannou reafirma que campeão deseja enfrentar Jon Jones | SUPER LUTAS

Treinador de Francis Ngannou reafirma que campeão deseja enfrentar Jon Jones

Eric Nicksick afirmou que, apesar do desejo do camaronês, próxima luta deve ser contra Ciryl Gane em janeiro de 2022

F. Ngannou quer enfrentar J. Jones Foto: Reprodução/Instagram

A divisão peso pesado (até 120,2 kg) do UFC rendeu muito assunto nos últimos meses. O polêmico título interino criado pela organização e conquistado por Ciryl Gané foi visto com maus olhos por muitos, inclusive pelo campeão linear Francis Ngannou, que ainda não teve a oportunidade de defender seu cinturão.

Veja Também

Sem lutar desde que destronou Stipe Miocic na luta principal do UFC 260, em março deste ano, Francis Ngannou ainda não tem data para defender o título linear dos pesados. A tendência é que o UFC realize a unificação dos cinturões linear e interino contra o ex-companheiro de treinos Ciryl Gane. De acordo com o treinador de Ngannou, Eric Nicksick, o duelo pode acontecer em janeiro de 2022, a não ser que o Ultimate mude de ideia novamente.

“Eu ouvi que será em janeiro. Estou torcendo. Mas a gente nunca sabe. O UFC sempre pode jogar uma bola com efeito e dizer que vamos enfrentar Jon Jones”, afirmou Nicksick durante participação no “The MMA Hour”.

Dana White já deixou claro diversas vezes que Ciryl Gane será o próximo adversário de Francis Ngannou. Se a escolha dependesse do campeão linear ou de sua equipe, no entanto, o rival escolhido seria outro: o ex-campeão dos meio-pesados (até 93 kg), Jon Jones.

“Eu sempre acho que existe uma chance. Essa é a luta a fazer. Eu odiaria perder essa oportunidade entre Francis e Jon. Me lembra um pouco de quando Pacquiao e Floyd iam se enfrentar pela primeira vez e então algo aconteceu e a chama foi enfraquecendo. Então espero que essa luta aconteça, porque, na minha cabeça Jon Jones é o maior de todos os tempos. Como treinador e competidor, eu quero competir contra os melhores. Nós queremos e vamos competir contra os melhores disponívels. Acho que Ciryl Gane acabou colocando o nome dele nesse bolo, mas essa seria a luta que os fãs, a imprensa e todos gostariam de ver, Jon contra Francis”, finalizou.

Em litígio com o UFC, Jon Jones não entra no octógono desde fevereiro de 2020, quando defendeu o cinturão meio-pesado contra Dominick Reyes. Após a vitória Jones abdicou do título e afirmou que só voltará a lutar quando se sentir recompensado financeiramente à altura do que merece. Além disso, o ex-campeão afirmou que quando voltar, voltará como peso pesado.

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments