Em combate de tirar o fôlego, Julian Erosa finaliza Charles Jourdain no card preliminar do UFC Vegas 36 | SUPER LUTAS

Em combate de tirar o fôlego, Julian Erosa finaliza Charles Jourdain no card preliminar do UFC Vegas 36

Mesmo sem grandes nomes e com apenas quatro lutas, a primeira parte do evento desse sábado (04) surpreendeu ao entregar excelentes combates ao público

J. Erosa finalizou C. Jourdain com um triângulo de mão Foto: Instagram

Mesmo com apenas quatro lutas, o card preliminar do UFC Las Vegas 36 desse sábado (04) não deixou a desejar. Com destaque para a excelente vitória por finalização de Julian Erosa sobre Charles Jourdain, a primeira parte do espetáculo entregou mais do que prometia aos fãs de MMA e ao pequeno público presente no ‘UFC Apex’.

Veja Também

O combate começou com Charles tomando o controle das ações e buscando pressionar Erosa que respondia com bons contragolpes. Na metade do segundo assalto, o norte-americano passou a usar melhor a envergadura e dominar o confronto com chutes altos para manter a distância e ter o controle dos golpes. Julian terminou o round com uma boa sequência de joelhadas seguido de um belo upper.

O segundo round manteve o altísismo nível do duelo. Os dois atletas trocavam golpes com bastante técnica ‘como se não houvesse amanhã’. Erosa passou a golpear a linha de cintura de Charles que respondeu com um belo chute na perna. Jordain pressionou Erosa e acertou um belo cruzado que derrubou o seu oponente, que rapidamente se levantou. O ‘Air Jordan’ conseguia achar o tempo dos seus golpes mesmo com menor envergadura e era perigoso com seu belo arsenal de golpes.

A terceira parcial inicio com uma bela joelhada de Erosa em Jourdain, que respondeu com uma sequência de cruzados no rosto, que fez o norte-americano se afastar. Julian logo tentou derrubar Charles que conseguiu se manter em pé. Pressionado na grade, Jourdain era bombardeado por Erosa que emendou uma sequência de cruzados e imediatamente derrubou o canadense. Após uma bela transição, Julian encaixou um belo triângulo de mão que fez o seu adversário ‘batucar’ imediatamente.

Julian Erosa se recupera do resultado negativo em seu último combate e volta a triunfar no Ultimate. Aos 32 anos, o norte-americano agora marca 26 vitórias e nove derrotas em sua carreira profissional.

Com 25 anos, Charles Jourdain volta a sentir o gosto amargo de um resultado negativo em sua carreira. O lutador canadense agora marca 11 triunfos e quatro reveses no esporte.

Jack Shore derrota Luidvik Sholinian de forma tranquila e segue invicto no MMA

J. Shore derrotou L Sholinian no UFC Vegas 36 Foto: Instagram

Considerado uma grande promessa da divisão dos galos (até 61,2kg), Jack Shore não teve uma atuação brilhante, mas, mostrou mais uma vez que tem talento para ir cada vez mais longe. O lutador galês teve grande atuação diante de Ludvik Sholinian. Com dominío na luta em pé e no solo, boa defesa de quedas e uma quase finalização no primeiro round, o ‘Tank‘ venceu na decisão na unânime dos juízes.

Invicto nas artes marciais mistas, Shore vem embalado por uma incrível sequência de 15 vitórias consecutivas como profissional, sendo quatro delas pelo Ultimate. Por outro lado, Sholinian tem a sua ascensão freada e após quatro triunfos seguidos, volta a ser derrotado. O ucraniano marca agora 9 resultados positivos, um negativo e um empate.

Molly McCann se recupera de sequência ruim e derrota Ji Yeon Kim na decisão unânime dos juízes

M. McCann enfrentou J. Yeon Kim Foto: Instagram

Sem perder tempo, Molly McCann começou o duelo ‘caçando’ Kim e acertando três golpes limpos no rosto da sua adversária. Após uma tentativa mal sucedida de queda, Molly foi travada pela sul coreana que chegou a ensaiar uma tentativa de finalização. A lutadora asiática travou Molly na grade e seguiu pontuando, mesmo sem muita contundência. Nos segundos finais, as duas atletas engataram uma eletrizante trocação franca.

No segundo assalto, McCann continuou tomando as ações do combate e seguiu pressionando mesmo sem muita técnica. A sul coreana passou a usar mais os contragolpes nos espaços deixados na guarda de Molly. Os diretos de direita combinados com os cruzados de esquerda de McCann entravam de forma limpa mas Kim mostrava resistência e nem se abalava.

Os golpes de Kim também acertavam o rosto de Molly, que mesmo sendo mais agressiva, continuava deixando brechas nos seus ataques. Demonstrando grande cansaço físico, as duas atletas passaram a trocar golpes no centro do octógono sem muita cerimônia. No minuto final, McCann acertou um belo chute rodada seguido de um direto que acertou em cheio o rosto da sul coreana.

Após duas derrotas em seus últimos combates, Molly McCann volta a vencer e agora marca 11 triunfos e cinco reveses em cartel. A sul coreana Kim sofre o seu segundo revés consecutivo e passa a marcar nove resultados positivos, quatro negativos e dois empates no esporte.

Em duelo empolgante, Marc-Andre Barriault derrotou Dalcha Lungiambula na decisão unânime dos juízes

M. Barriault derrotou D. Lungiambula Foto: Instagram

Quando o gongo soou dando início ao duelo, os dois atletas começaram mais cautelosos, buscando se estudar. Barriault passou a ser mais agressivo e usava os chutes baixos, seguido de combinações de jab e direto. Lungiambula tentava responder com alguns cruzados, porém, não acertava o seu oponente. O atleta do Congo também tentou botar o combate para baixo, mas, não obteve sucesso. Sem maiores emoções, o primeiro assalto foi pra conta.

Barriault voltou para o combate tentando dominar o centro do octógono, mas, Dalcha acertou dois bons contragolpes que o deixaram alerta. O canadense era ligeiramente melhor no duelo, porém, os cruzados de Lungiambula deixavam o atleta do congo vivo no duelo. Nos últimos dois minutos, uma intensa trocação franca se desencandeou próximo a grade e deixava iminente um nocaute para qualquer um dois lados.

O lutador canadense seguiu mais agressivo na última parcial e acertou bons diretos no rosto de Lungiambula. Uma ‘dedada’ acidental no olho de Barriault interrompeu o combate e precisou da intervenção da equipe médica. Com o duelo retomado, Marc-André encurralou o lutador do Congo na grade e acertou um belo chute alto que fez o seu oponente girar no octógono. Tentando responder, Dalcha tentou mais uma queda sem sucesso. Sentindo o desgaste físico, os dois atletas adotaram a trocação franca com golpes entrando dos dois lados e fizeram um final espetacular de confronto.

Com o triunfo, Barriault emenda o seu segundo triunfo em sequência e agora marca 13 vitórias e quatro derrotas em sequência. Por outro lado, Lungiambula passa a ostentar 11 resultados positivos e três negativos no seu histórico profissional.

Resultados do UFC Las Vegas 36

CARD PRINCIPAL 

Peso médio: Derek Brunson vs. Darren Till

Peso pesados: Tom Aspinall  vs. Serghei Spivac

Peso meio-médio: Alex Morono  vs. David Zawada

Peso pesado: Modestas Bukauskas vs. Khalil Rountree

Peso leve: Paddy Pimblett vs. Luigi Vendramini

CARD PRELIMINAR

Peso mosca: Molly McCann derrotou Ji Yeon Kim na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28,29-28)

Peso galo: Jack Shore derrotou Luidvik Sholinian na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso casado:  Julian Erosa finalizou Charles Jourdain com um triângulo de mão a 2m56s do R3

Peso médio : Marc-Andre Barriault derrotou Dalcha Lungiambula na decisão unânime dos juízes (29×29, 29×28, 30×27)

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments