Anderson Silva dispara contra Dana White e abre as portas para luta diante de St-Pierre no boxe | SUPER LUTAS

Anderson Silva dispara contra Dana White e abre as portas para luta diante de St-Pierre no boxe

‘Spider’ sugere ingratidão do mandatário do UFC por não liberar o canadense de seu contrato para se testar na ‘nobre arte’

A. Silva (centro) criticou D. White (esq.) por não liberar G. St-Pierre (dir.) de seu contrato. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Anderson Silva e Georges St-Pierre marcaram épocas como ex-campeões do UFC e são constantemente incluídos entre os principais nomes da história do MMA, ainda que eles não tenham dividido o octógono da organização. Porém, agora no boxe e às vésperas de encarar Tito Ortiz, o ‘Spider’ já pensa nos próximos passos na modalidade e abriu as portas para encarar o canadense no futuro.

Veja Também

“Acho que seria uma luta interessante, também. Mas precisa do ‘todo-poderoso’ (Dana White) parar de ser chato e deixar o cara seguir o caminho dele. Gostaria que ele liberasse (St-Pierre de seu contrato com o Ultimate), pois o cara tem vigor para seguir lutando. Não tem porque ficar travando o cara por ego. É ridículo”, disparou Silva, em entrevista ao podcast ‘Trocação Franca’.

Além disso, ‘Spider’ sugeriu que o presidente do Ultimate, Dana White, liberasse St-Pierre de seu contrato para que o canadense possa realizar seu desejo de competir também no boxe. Ele, inclusive, considera que GSP poderia lutar longos anos na modalidade, caso migrasse à ‘nobre arte’.

“O cara não quer lutar MMA e tem a possibilidade de lutar mais dois, três, quatro ou cinco anos no boxe, fazendo o novo normal. Ele não vai lutar com um cara novo, mas com um (Oscar) De La Hoya, que dê condições para ele se apresentar bem. E aí você vai ficar segurando um cara no contrato depois de tudo que ele fez pela sua companhia? Fazer um negócio desse é ridículo”, concluiu o brasileiro.

Depois de deixar o MMA de lado e migrar ao boxe, Anderson Silva venceu Júlio Cezar Chávez Jr. e, no próximo sábado (11), encara Tito Ortiz. Georges St-Pierre, por sua vez, demonstrou interesse em se testar na ‘nobre arte’ e reafirma que está aposentado das artes marciais mistas, mas ainda está sob contrato com o Ultimate e não pode atuar por outra franquia.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments