Questionado se lutaria boxe, Trump afirma que nocautearia rapidamente seu algoz nas eleições presidenciais

Comentaristas no super desafio das estrelas neste sábado, ex-líder dos EUA fez provocação direta a Joe Biden

D. Trump (esq.) e J. Biden (dir.) foram adversários nas eleições presidenciais dos EUA em 2020. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Lendas do UFC, e boxe, Anderson Silva, Vitor Belfort, Tito Ortiz e Evander Holyfield são os quatro protagonistas do super desafio de boxe que acontece neste sábado (11), na Flórida (EUA). Na coletiva de imprensa promocional para o show, o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ‘roubou’ parte da atenção admitir que enfrentaria – e atropelaria – Joe Biden, seu algoz nas últimas eleições, em uma luta na ‘nobre arte’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Se eu tivesse que escolher alguém, eu dispensaria lutadores profissionais, porque seria muito perigoso. Se precisasse de alguém para enfrentar, selecionaria a mais fácil, que seria Joe Biden. Ele cairia muito rápido. (…) Acho que ele cairia nos primeiros segundos”, disparou Trump, ao telefone, durante a coletiva.

Concorrentes nas últimas eleições presidenciais dos Estados Unidos, realizada em novembro de 2020, Donald e Joe tiveram uma disputa marcada por provocações. Ao fim das contabilizações, Biden saiu vitorioso somando 51,4% dos votos válidos.

PUBLICIDADE:

Fora da ‘Casa Branca’, Trump participará do super desafio de boxe neste fim de semana, mas como comentarista. Fã de esportes de combate, o ex-presidente irá analisar as principais pelejas da noite.

O show será encabeçado pelo embate entre Vitor Belfort e Evander Holyfield. Momentos antes, o lendário Anderson Silva fará sua segunda apresentação no boxe em 2021, e troca forças com Tito Ortiz.

PUBLICIDADE:

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC



Comentários

Deixe um comentário