Após assinar com WWE, medalhista olímpico diz que gostaria um ‘esforço’ de Dana White por sua ida ao UFC

Gable Steveson, no entanto, revela que está satisfeito por acertar com a empresa presidida por Vince McMahon

G. Steveson assinou com a WWE. Foto: Reprodução/Instagram

Alvo de desejo de grande parte das organizações de MMA, Gable Steveson surpreendeu ao assinar com o pro-wresling WWE. Sincero, o medalhista de ouro olímpico em Tóquio falou sobre uma das possibilidades, que era de fechar contrato com o UFC. Em entrevista ao ‘MMA Hour’, o norte-americano disse que esperava um ‘esforço’ maior de Dana White, presidente da organização, por seu acerto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu esperava que Dana tivesse vindo muito mais forte (para assinar comigo) e que ele acelerasse um pouco mais o ritmo. Eu adoraria lutar lá. Não tenho medo de lutar. Não tenho medo de levar um soco ou sair por aí e vencer e perder na frente de uma grande multidão. Não importa para mim. Eu vou lá para entreter as pessoas e para fazer algo que amo. Quer dizer, adoro lutar e adoro a WWE. Eu amo os dois”, disse Steveson.

Questionado sobre uma possível ida ao Ultimate no futuro, o wrestler ainda falou que está satisfeito por seu acerto com a WWE, apesar de ter esperado uma ação ainda maior de Dana White.

PUBLICIDADE:

“Eu gostaria que ele (Dana White) tivesse feito mais pressão para eu seguir esse caminho, mas esse tempo acabou por agora. Estou 100 por cento com Vince McMahon (presidente da WWE) e essa equipe. Estou animado por estar onde estou”, completou o atleta.

O acerto com o telecatch, no entanto, não impede Gable de acertar sua migração às artes marciais mistas no futuro. Na história, inclusive, atletas como Mark Coleman, Dan Henderson, Ronda Rousey, Daniel Cormier e Henry Cejudo também já competiram em alto nível no Wrestling e, posteriormente, optaram pelo MMA em seguida.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS