Lenda do boxe, Manny Pacquiao anuncia aposentadoria para focar em carreira política

Pugilista 'pendurou as luvas' e divulgou um vídeo de despedida nas redes sociais; ele deseja se tornar presidente de Filipinas em 2022

M. Pacquiao anunciou aposentadoria do boxe para focar na política. Foto: Reprodução/Instagram

Considerado, por muitos, como um dos maiores nomes da história do boxe, Manny Pacquiao anunciou sua aposentadoria do esporte. Agora ex-atleta, o filipino chamou de ‘decisão mais difícil’ e, agora, vai se dedicar à presidência de seu país nas eleições do próximo ano. O anúncio foi feito pelo pugilista em suas redes sociais.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Aos maiores torcedores e ao maior esporte do mundo, obrigado! Obrigado por todas as memórias maravilhosas. Esta é a decisão mais difícil que já tomei, mas estou em paz com isso. Persiga seus sonhos, trabalhe duro e observe o que acontece. Adeus, boxe”, escreveu Pacquiao.

E não é a primeira vez que Manny anuncia que ‘pendurou as luvas’. Em 2016, ele chegou a se aposentar, mas voltou atrás em sua posição meses depois. Paralelamente ao boxe, Pacquiao também está presente no senado das Filipinas e, inclusive, está focado em se candidatar à presidência de seu país.

PUBLICIDADE:

Aos 42 anos, Manny Pacquiao somou 72 lutas na ‘nobre arte’, com 62 vitórias, oito derrotas e dois empates na carreira. Além disso, em sua carreira, ele também coleciona a marca de único campeão mundial em oito divisões de peso distintas na história. Em sua última apresentação, realizada em agosto de 2021, o filipino foi derrotado por Yordenis Ugás na decisão unânime dos juízes.

Confira o vídeo de anúncio da aposentadoria de Manny Pacquiao

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS